SociedadeDestaque

Problemas na roda do Mouchão (c/ vídeos)

A estrutura da roda do Mouchão, um dos ex-libris de Tomar, está a revelar problemas de estabilidade que põem em causa o seu normal funcionamento. Nota-se que algumas peças estão partidas e o movimento não é regular. De vez em quando ouve-se a madeira a estalar.

Alguns turistas chamaram-nos a atenção de algo que não está bem na roda. Parece ser um problema grave na estrutura, a exigir uma intervenção urgente da câmara.

A roda do Mouchão é um engenho de origem árabe que servia para regar as hortas nas margens do rio Nabão.

banner728x145 maior taxa Prancheta 1

10 comentários

  1. É oportunidade para instalar uma roda em metal, tal compo o açude passou de madeira a cimento…
    Com tanta imaginação e sagacidade que existe naquela vereação, já devem ter soliictado orçamento….

  2. Para o Artista:

    Penso que você percebeu mal a intervenção de João Dias. Pelo que julgo, ele terá exposto o seu raciocínio em tom jocoso, criticando de certa forma algumas opções e intervenções da responsabilidade da câmara municipal. Foi essa a leitura que fiz…espero não estar enganada!

  3. Já agora Sr. João Dias , que estamos em maré de ajudar ,aqui vai :
    Porque não eletrificar a roda assim anda todo o ano (desde que paguem a luz ) e á mesma velocidade ou mais de pressa ou mais devagar!?
    A eletrificação com leds devia ficar de arromba !?
    E que tal umas colunas de som para dar o antigo gemido do veio da madeira !?
    As colunas também podiam servir para amplificar o som dos grandes concertos (quando digo grandes refiro-me ao elevado nível e craveira dos artistas ) que por ali se dão durante o verão !
    Aceitam-se mais ideias para modernizar o Querido MOUCHÃO !

  4. Realmente a roda toda em aço, aço devidamente tratado para resistir à água, era boa ideia. E pode ser pintado para parecer quase madeira.

    Estamos em 2022, não em 1432.

  5. Até a roda, vítima de tanta asneira, começa a dar sinais de ter problemas de saúde. Em consonância com estilo da atual governação local, era capaz de não ser má ideia mandar fazer uma roda nova, mas com umas cadeirinhas além dos alcatruzes, para os turistas poderem dar a sua voltinha e molhar a fruta durante a viagem. Gratuita, pois a cidade é rica e não precisa das esmolas dos turistas para nada.

  6. O caminho da modernidade é irreversível. Excelentes ideias para aperfeiçoar a minha proposta inicial. O som dos concertos, os leds, a reprodução do gemido da roda…temos projeto!
    Vai à próxima reunião pública da Câmara. Ou então, a senhora vereadora dos eventos apropria-se dela. Agradeço os contributos.

  7. Claro e tudo isto pronto antes da festa dos tabuleiros e quem sabe sobre orçamento para a roda.
    Há e claro convinha retirar a roda para a reconstruir antes fique desintegrada em mil pedacos é que depois nao deve haver marceneiro que reconstrua pela.antiga roda uma roda nova.

    Pois com tanta cunha que a roda já tem lembra aquele ditado que está tudo preso por cordéis.

    Basta os Tomarenses lá irem observar e admirar tal arranjo…

    Estou para ver se nem a roda se safa?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo

Adblock Detectado

Por favor, considere apoiar o nosso site desligando o seu ad blocker.