SociedadeDestaque

Homem de Tomar condenado por pornografia de menores

O operário de Tomar, que estava a ser julgado no tribunal de Santarém por ter enviado fotografias e vídeos de pornografia com crianças à própria namorada, através das redes sociais Facebook e Messenger, foi condenado a dois anos e seis meses de prisão, com pena suspensa, avança o Correio da Manhã. Trata-se de um operário fabril de 42 anos, sem antecedentes criminais.

Era acusado de um crime de pornografia de menores, pelo qual foi condenado, mas foi absolvido dos seis crimes de importunação sexual na pessoa da mulher de 30 anos, com quem manteve uma relação amorosa, vivendo agora no concelho de Arganil. Estes seis crimes não ficaram provados em tribunal, refere o CdM.

Segundo a Rede Regional, a partilha de conteúdos de pornografia com menores foi detetada pelo “National Center For Missing & Exploited Children”, uma organização privada sem fins lucrativos criada pelo Congresso dos Estados Unidos para o combate a todo o tipo de cibercrimes que envolvam crianças.

tomardrive banner out. rodape 2020 41 7293055622693185155 n Copia

 

Operário condenado por enviar pornografia infantil à namorada em Tomar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo