in ,

Apontamentos de um cidadão tomarense

Acabei de ler a notícia do fim da Platex. Tristeza. Pouco a pouco, Tomar vai ficando mais vazia. O novo ‘restaurante’ frente ao Continente, que a Câmara considera ser uma grande conquista, não compensa o que tem acabado. Mas vá lá…

Aproveito para uma breve nota. Ontem, dei uma volta pela baixa da cidade. Um deserto, o que não surpreende, no entanto, tendo em conta a situação geral. Mas há reparos que não devem ser ignorados, apesar dos eleitos considerarem críticas bota abaixo. Vários dos bancos na zona do Mouchão têm as fitas de ‘aviso’ cortadas e vimos pessoas sentadas em vários.

A Estalagem de Santa Iria continua ao abandono e com aspecto nada adequado para o local, já com um dos vidros que fazem de ‘parede’ da sala de jantar partido.

De positivo, registo para as obras em curso nas casas de banho ao lado do ‘campo’ de voleibol, onde antigamente existiu o Cine-Esplanada, a cargo de uma empresa de… Paião (Figueira da Foz).

Voltando ao menos bom, para quando as obras que tardam na parte que resta do antigo Colégio Nuno Álvares, destinada à Escola Profissional, que ali tem uma faixa há vários anos a anunciar a mudança? O aspecto da ala do lado da estrada da Serra é de completo abandono.

                          Um cidadão

 

Escrita por Redação

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Cabeleireiros em desespero cortam cabelos em casa e fazem domicílios

Direção de Agricultura garante que barragem do Carril está segura e estável