EconomiaDestaque

Ascendi cobrou portagens a quem passou um só pórtico na A13

- Publicidade -

De 1 a 6 de janeiro, a Ascendi, concessionária da A13, cobrou indevidamente portagens por passagens num único pórtico devido a um suposto erro informático.

Todos os automobilistas sabem que não se paga na A13 desde que se passe num único pórtico. Tem sido assim desde que foram introduzidas as portagens eletrónicas na referida autoestrada.

Mas desde o início do ano começaram a surgir nas redes sociais críticas e alertas sobre as cobranças da Ascendi para quem passasse um só pórtico, cobrança que apanhou de surpresa todos os automobilistas uma vez que não houve qualquer aviso prévio.

Num esclarecimento publicado pelo Município de Ferreira do Zêzere refere-se que “o problema já foi ultrapassado” mas, para que os condutores recuperem o dinheiro cobrado indevidamente têm de contactar a Ascendi.

“Se fosse ao contrário, aposto que cobravam automaticamente o valor à posteriori, mas como é para devolver, já se tem de entrar em contacto”, critica um automobilista.

- Publicidade -

No site da Ascendi não há qualquer informação sobre o assunto.


- Publicidade -

5 comentários

  1. Eu deixei de residir no Entroncamento porque cada vez que tinha que usar as Scuts era um Trauma ia pagar pagava tudo o que constava passado quase um Ano é que recebo cartas com multas pedia para pagar em prestações não aceitam tinha que ser valor mais alto cada vez que ia para ter acesso à Auto Estrada existe apenas 1 portigo tinha que pagar tive que vir residir para o Alentejo onde não tenho problemas com Scuts tenho Auto Estrada mais transparente tiro o Título na Saida pago

  2. Passei no dia 8 de Janeiro 1 pórtico nos dois sentidos. Na dúvida consultei o portal CTT portagens quase todos os dias seguintes. Deu sempre resultado zero para pagar… até que no dia 18 ao fazer a consulta, pasme-se, tenho 2 passagens para pagar, desse dia 8, no valor de €1,19. Ao longo do tempo fui guardando prints reens, pois gato escaldado… O que é que eu faço agora? Pago e não bufo?

  3. Se fosse ao contrário, a Autoridade Tributária, trataria das respetivas multas e juros de mora que transformariam os 75 cêntimos numa boa maquia. Como nós não temos uma empresa de mafiosos para cobrar o que nos devem, temos de ir à sede da Ascendi receber as migalhas que nos devem. Ou então mandá-los meter essas migalhas num sítio que eu cá sei, mas não digo, senão ainda me processam…

    1. Penso que será melhor pagar, reclamar e esperar pela “devolução” pois não pagando está sujeito ao aumento do valor por incumprimento.
      É este país que temos!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo