EconomiaDestaque

Aprovado aumento do preço da água com abstenção do PSD

Sem maioria na Assembleia Municipal de Tomar, o PS conseguiu ver aprovado o aumento do preço da água graças sobretudo à abstenção do PSD.

Na hora da votação, a bancada do PS foi a única a votar a favor, PSD e presidente da junta da Junceira/Serra, Américo Pereira, abstiveram-se e Bloco de Esquerda, CDU, Chega e CDS votaram contra.

Foi assim aprovado o estudo de viabilidade económico-financeira da Tejo Ambiente – Empresa Intermunicipal do Médio Tejo, EIM, SA., que prevê um aumento médio de 23 por cento na fatura da água a partir do próximo mês.

tomardrive banner out. rodape 2020 41 7293055622693185155 n Copia

A decisão foi tomada depois de mais de três horas de discussão na sessão da Assembleia Municipal realizada no dia 4 de julho.

Apesar das duras críticas à gestão da Tejo Ambiente, a bancada do PSD optou pela abstenção, decisão à qual não será alheio o facto de a empresa ser atualmente presidida pela câmara de Ourém, de maioria PSD-CDS.

Saiba quanto vai pagar na fatura da água a partir de agosto

Novos preços da água devem entrar em vigor a 1 de agosto (c/ áudio)

6 comentários

  1. Mais uma vez o PSD a levar a maioria PS local ao colo. Desta vez, segundo a notícia, terá sido porque a Tejo Ambiente é presidida pela câmara de Ourém, igualmente PSD. O problema é que em Ourém não vai haver aumento nenhum, porque a distribuição de água está concessionada à multinacional Bewater, até 2027.
    Assim, ganham os freitistas e a Tejo ambiente, lixam-se os tomarenses, como habitualmente.
    Parabéns ao PSD nabantino. Estão cada vez mais geniais!

  2. Mais uma vitória da senhora, que agora deve estar toda “inchada”, apesar de saber muito bem que foi uma votação arrancada a ferros e baseada numa intrujice. Mais uma. Os consumidores de Ourém riem-se com satisfação dos “patos” tomarenses, que ainda acreditam em balelas de circunstância. Tudo indica portanto que vai ser sol de pouca dura. Só até ao próximo sobressalto contabilístico, lá para Março do ano que vem. Quando a senhora andar a levar as mãos à cabeça por causa dos custos astronómicos da Festa dos tabuleiros. Fatos convergentes apontam nesta altura para um custo final real próximo do milhão e meio de euros. Uma enormidade, num concelho que pouco mais é que uma aldeia média com afigurações.
    Apertem os cintos, irmãos tomarenses, que os solavancos vão grandes. Quem vos avisa…

    1. Milhão e meio de euros para os tabuleiros? É dinheiro deitado à rua, uma vez que nunca mais será recuperado sob a forma de valor acrescentado. A verificar-se tal eventualidade, estou convencido que será a última festa organizada segundo o atual modelo. De qualquer forma, a presidente está-se marimbando. A manter-se o atual modelo, a próxima eventual edição será só em 2027, quando Anabela Freitas já for pelo menos secretária de Estado dos Eventos. A não ser que entretanto o governo caia. Os tomarenses que se lixem. Com lixa da grossa, de preferência.

  3. A oposição sabe o que é uma auditoria externa independente? Porque é que não exigem que se faça uma à Tejo Ambiente juntamente com uma queixa na ERSAR (Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos).
    É necessário apurar-se imediatamente se existiu gestão danosa ou não na Tejo Ambiente.
    É incompreensível tamanha dívida quando nada o previa.

  4. A votação do aumento de preço da agua foi a demonstração de que PSD e PS são iguais, apenas querem “tacho” para alimentar os seus boys
    A abstenção do PSD neste processo é um voto apenas a pensar na sua sobrevivência politica, e não nos consumidores e clientes da Tejo Ambiente.
    Foi vergonhoso, apesar do colossal número de criticas elencadas pelo PSD, e já agora por toda a oposição, e na votação, quando o seu voto lógico seria o voto contra pelo PSD, não, simplesmente abstiveram-se, com a desculpa esfarrapada da responsabilidade politica
    Tenreiro e companhia com este voto, deixaram o município ir ao bolso dos consumidores, quiçá, eventualmente a tejo ambiente continuará neste poço sem fundo, e assim será o final politico do PS, com a consequente vantagem do PSD em próximas eleições autárquicas…. o problema é que às vezes o tiro sai pela culatra…. sinceramente assim o espero.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo