in ,

Campanha de descontos de Natal gera algumas críticas

turismo IMG 20201127 124912

Apesar do sucesso da campanha “Tomar Natal é no Comércio Local”, em que os utilizadores tinham desconto de 50 por cento nas lojas aderentes, não deixou de haver críticas sobretudo quanto ao processo de venda dos cupões de desconto no edifício do turismo.

Ao “Tomar na Rede” chegaram dois depoimentos de cidadãos indignados com a forma como o processo decorreu:

 

Má gerência no turismo de Tomar

Sendo cidadã que viveu uma situação muito desagradável com a campanha cartões presentes, segue o email com a situação descrita:

Sinto-me na obrigação de evidenciar o serviço enganador prestado pelo posto de turismo de Tomar relativo aos cartões presente. 

Entrei em contacto presencial, na quinta-feira dia 3 de novembro às 13h, com o turismo de Tomar, e corroboraram-me a existência da venda de cartões de natal na sexta-feira dia 4 de novembro e no sábado dia 5 de novembro. Como trabalho e foi impossível dirigir-me na sexta-feira ao turismo às horas de venda dos cartões, desloquei-me no sábado na hora, que fora informada pela assistente que se encontrava na quinta-feira, ao balcão. Depois de esperar 30 minutos pela abertura do edifício, foi-me informado a inexistência de cartões presente, fruto de um equívoco entre o corpo de funcionários. Apenas deplorável a incompetência e o resultado da mesma. Agradecia que publicassem esta minha indignação e a forma como fui tratada.

Atenciosamente

Ana Rita

 

Vergonhoso

Tomar Natal é completamente vergonhoso que, aquando da aquisição dos cartões de desconto da campanha apoiada pela Câmara Municipal de Tomar, fosse permitido uma pessoa só com na sua posse 10 e 20 cartões de cidadão, isto com os respetivos números de contribuinte, adquirirem o máximo possível por pessoa. Fazendo as contas com 20 cartões por cada cc dá para comprar 2000 € o que dá em vales 4000 € e assim esgota-se rapidamente os últimos 20.000 € que a Câmara pôs a venda. Como as reformas só são pagas a partir do dia 8 e já não vai haver mais vales, os reformados, como sempre, ficam de fora, não têm direito como os outros, isto por má organização e gestão na venda dos respetivos vales.

Como também para não referir o distanciamento social que temos que manter. Foi uma loucura total quando na passada sexta feira pelas 13 h foram postos à venda. A concentração de pessoas umas em cima das outras mais uma grande falha na organização da parte da Câmara. Enfim, coitados dos pensionistas que só recebem a partir do dia 8, claro com alguns a comprar por 10 e 20 pessoas, como poderia chegar para os pensionistas? Mas as atitudes ficam para quem as pratica.

Desejo a todos um Santo e Feliz Natal

Paulo Correia

 

Na própria página da autarquia no facebook, há depoimentos de cidadãos a denunciar alguns abusos na compra dos cupões:

Últimos cartões de desconto de Natal esgotam em poucas horas

Escrita por Redação

Blog informativo Tomar na Rede. Notícias sobre Tomar e região envolvente. Informação local e regional.

Comentários

Responder
  1. A minha opinião è contrária!Toda a gente foi informada,se quem não tem dinheiro não os pode adquirir como è óbvio,estou contra a possibilidade de pessoas como na sexta feira passada terem levantado 11 vezes os cartões por estarem na posse de 11 cartões do cidadão mas vi muita gente reformada a levar,incluindo a pessoa mesmo à minha frente que foi quem esgotou os cartões de 10euros,uma reformada que tinha na sua posse oito cartões do cidadão,o distanciamento foi praticamente impossível porque quem conhece a rua onde estava a fila sabe que não há espaço ,ainda por cima chovia,levantei 10 cartões com o meu nr de contribuinte mas depois de uma espera de 2:30.
    Uma iniciativa destas sem precedentes è natural que hajam falhas,mas là está ….se fizeram è porque não fizeram bem e se não fizeram è porque não se interessaram.
    Só aqui resido há um ano e meio e constato a mentalidade de povo rural em tudo,até nestas ações que pretendem ajudar tantos os munícipes como o comércio aderente à campanha.Num ano e meio foi a única coisa que preste que fizeram,lamento que mais restrições não tivessem sido colocadas mas congratulo a iniciativa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0
misericórdia de Tomar 4

Misericórdia de Thomar fundada há 510 anos

raspad 97082595 623609169052776622 o

Raspadinha de 100 mil euros sai na Freixianda (Ourém)