in ,

Próximo Remember Pim Pim promete ser “o mais incrível” de todos

Dia 15 de junho

Foto de Manuel Subtil

Marcado para dia 15 de junho, no Green Lounge – Quinta do Falcão, o Remember Pim Pim foi apresentado no dia 30 de abril à comunicação social, no Thomar Boutique Hotel, em Tomar.

É a 9ª edição de um evento que, mais do que uma festa, é um reencontro de amigos, onde a música dos anos 80 e 90 dá o mote.

Manuel Graça, promotor do evento, disse que esta poderá ser “a edição mais incrível do Remember Pim Pim” sobretudo pelas condições e beleza do espaço, junto à quinta do Falcão, do cavaleiro Rui Salvador.

A área do evento, 3.150 m2, é maior do que no ano passado. Vai estar dividida em três espaços distintos: uma zona de música ao vivo e dança e duas zonas “lounge”.

Na cabine vão estar alguns dos antigos dj´s da discoteca Pim Pim: Pedro Correia, Carlos Marques (K7`s), Mgraça SuperFly, Paulo Sereno, Pedro Galinha, Curra, Pedro Bazaloco & Paulo Mendes. Como convidados especiais, anunciam-se os FUN2ROCK (banda de covers dos Anos 80) Live Act e os SEDE, banda de tributo ao rock português.

As pulseiras para o evento, já estão à venda (10 euros) com direito a uma bebida de cápsula (águas, sumos, cerveja). Estão disponíveis nos seguintes locais em Tomar: Café Capítulo, Óptica Barreto em Tomar e Entroncamento, Perfil Moda Cristina Vital, loja Giovanni, restaurante Alpendre (Marianaia) e Quinta Café na Quinta do Falcão. A partir do dia 12 de junho a pulseira passa a custar 12 euros com as mesmas condições.

As entradas também podem ser compradas na Ticketline.

O Remember Pim Pim, evento que pretende recordar os tempos da discoteca com o mesmo nome que existia na estrada do Prado, começou na discoteca Rio Bar, passou pela quinta dos Pegões, quinta da Granja e Caça Brava. Este ano vai ocupar o maior espaço de sempre, na Quinta do Falcão.



Escrita por Redação

Comentários

Responder
  1. Boa sorte para o evento. Também era interessante fazer um “Remember Tomar”, cidade no centro de vias de comunicaçao, com comércio atrativo para as populações da região e que atraía jovens para trabalhar nas indústrias. E em que abriam escolas e serviços públicos em vez de fecharem.

  2. E já agora também era interessante um Remember em homenagem aos outros tomarenses que ficavam à porta à espera para entrar e raramente entravam. O Salvado e companhia só deixavam entrar os amigos e família. Quem não pertencia à sociedade VIP da terrinha, podia ir andando! É triste, mas eu sou desse tempo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

PSD exige Assembleia Municipal especial para debater a Educação em Tomar

Atletas da Casa do Benfica em Abrantes vencem Trail Nabantino