SociedadeDestaque

População da Sabacheira protesta contra a falta de água

O problema da falta de água tem-se agravado na freguesia da Sabacheira, concelho de Tomar. Com a chegada do tempo quente, os problemas no abastecimento de água são praticamente diários.

Segundo depoimentos recolhidos durante uma reportagem da SIC, há famílias que não têm água há dois meses. Têm de ir buscar água às fontes ou aos furos e recorrem a casas de amigos ou familiares para tomar banho.

A água falta sobretudo nas zonas mais altas, nomeadamente em Monchite e Vale Sancho.

tomardrive banner out. rodape 2020 41 7293055622693185155 n Copia

A população critica a falta de resposta da Tejo Ambiente a este grave problema. “Parece que estão a gozar connosco. Desprezam-nos. É uma coisa que não tem explicação. É insólito”, critica uma moradora.

Na sua opinião, a empresa responsável pelo abastecimento de água fornece “serviços miseráveis que são pagos a preços de ouro”.

As críticas são extensivas ao serviço de atendimento telefónico da Tejo Ambiente que, às reclamações dos consumidores respondem que não há mais registos de problema na zona quando são vários os consumidores que ligam a reclamar.

São constantes as roturas na rede de abastecimento por causa do calcário acumulado nas tubagens, problema que se arrasta há vários anos.

Outro morador lamenta que, desta forma, as entidades responsáveis estejam a contribuir para a desertificação do interior, lembrando as constantes promessas durante as campanhas eleitorais.

Na freguesia estão a ser recolhidas assinaturas para um abaixo-assinado a entregar na Tejo Ambiente.

 

No facebook, o grupo Amigos da freguesia da Sabacheira sem censura tem acompanhado o problema.

2 comentários

  1. Os queridos autarcas deste país criaram empresas e empresinhas para se perpetuarem na mama do tacho depois da vida política. Se alguém, alguma vez, pensou que isso foi criado para benefício das populações e melhoria da sua qualidade de vida, bem pode verificar o quão enganado foi.

  2. Boa malha, ERICA. Do mais certeiro já publicado. A pôr em causa outros tempos de defesa da senhora. Já dizia o Camões que “Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades…”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo