in ,

Menos bebés em Tomar

Os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) revelam que há menos bebés em Tomar. As mães residentes no concelho tiveram em 2019 apenas 208 bebés, menos 28 do que no ano anterior.

Os dados do INE referem-se a nados-vivos por local de residência da mãe, sendo que a maior parte dos partos são feitos na maternidade do Centro Hospitalar do Médio Tejo, em Abrantes.

Um dado curioso das estatísticas é que em 2019, “nasceram” em Tomar tantos meninos (104) como meninas, quando normalmente nascem mais bebés do sexo masculino do que feminino.

 

Nados-vivos (Nº) por local de residência da mãe – Tomar
2019 – 208

2018 – 236

2017 – 193

2016 – 254

2015 – 224

2014 – 196

2013 – 217

2012 – 291

2011 – 245

Fonte: INE

Escrita por Redação

Comentários

Responder
  1. AUSÊNCIA DE POLITICA DE ATRAÇÃO DE POPULAÇÃO
    Os resultados da incapacidade das sucessivas camaras para atrair investimentos para o Concelho, revelam-se agora em plenitude.
    Na ausência de condições para a fixação de população jovem, a população envelhece, e os obitos suplantam os nascimentos.
    As câmaras revelam incapacidade para atrair investimentos, que criam empregos, e materializam sessas condições para fixação de população.
    De rotas templarias e festivais de estatuas, estamos falados. E, a continuar assim, co0ndenados ao declinio, até Tomar ser irrelevante cidadezinha de provincia.
    Que tristeza. E que desilusão. Tanstas promessas eleitorais, tantos discursos sonhadores, tanto nada.

    • Inteiramente de acordo. A mim, o que me chamou a atenção e surpreendeu, foram os totais de 2014 e de 2017. Num caso, foi o primeiro ano de mandato da atual maioria. No outro, foi ano eleitoral.
      Sem querer ser do contra, nem mesmo pessimista, temos de reconhecer que as inevitáveis deduções estão longe de ser lisonjeiras para a srª que julga que nos governa. E que, contas feitas, está a desgovernar tudo. Como a seu tempo se verá com mais detalhe.

  2. Elas pensam que incentivar a natalidade é terem aquelas barrigas..tanto da sr presidente, como as aias como os Hugos.. mas não.. Porque nao temos desconto de IRS (parte q a camara pode devolver) quando isso é feito noutros concelhos. Pagamos mais IRS aqui do que em Lisboa..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Homem que morreu debaixo do trator vai a sepultar esta quarta feira

Há 45 anos um grande incêndio destruiu o palácio Alvaiázere