DestaqueSociedade

Mais trotinetes abandonadas e a provocar perigo

Quase todos os dias nos chegam relatos e fotos de trotinetes elétricas em Tomar abandonadas na via pública, constituindo um obstáculo a quem circula e por vez representando perigo.

As fotos que publicamos foram captadas na manhã de sábado, dia 3, na av. D. Nuno Álvares Pereira e enviadas por uma moradora.

Mostram uma trotinete elétrica da empresa Bird abandonada num dos canteiros da avenida, colocando em perigo não só os carros que circulam na via pública, mas também quem tenta estacionar nos locais de estacionamento circundantes.

“Continuamos a deparar-nos com menores a circular com elas em cima dos passeios a altas velocidades colocando em causa a integridade física dos peões que circulam nos passeios. Não se pode simplesmente largar os brinquedos nas ruas da cidade e esperar que estes dêem receita e que acabem por pagar o investimento. Esta era uma aposta bem feita se fossem mantidas em boas condições e não representassem um perigo em vez de uma mais valia”, alerta a moradora que critica a “enorme negligência” por parte das entidades responsáveis.

trotinetes 52308 5621808909744663030 n

 

Trotinetes geram protestos (c/ fotos)

 

3 comentários

  1. Até onde querem levar estes cenários? Estão à espera de desgraças piores e mais graves? A ideia da sustentabilidade é boa, mas não é começar com as trotinetes eléctricas que já está mais que provado que está a dar prejuízos e a causar danos ora na via pública, ora em viaturas de particulares que são riscadas etc. Ninguém se responsabiliza? Vamos ver até quando…

  2. Mas, já se pode estacionar em cima dos passeios ?
    A que distância deve estar afastado duma trotinete o condutor dum veículo automóvel, ao ultrapassá-la ?
    As trotinetes podem utilizar as passagens de peões, para atravessar a via pública ?
    Esclareçam-me por favor.

  3. A inteligência artificial não pode detectar estes casos e ir buscar as trotinetas? E claro, debitar os utilizadores sei lá: 500€ retirados da sua conta bancária (ou dos pais) por não terem colocado no local correcto. Como alguns poderão ter conta bancária ou não ter 500 € na conta bancária a empresa poderia exigir 500 € adiantados para ficarem em depósito e só devolvia se não se verificasse qualquer problema, quando a pessoa decidisse sair da plataforma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Adblock Detectado

Por favor, considere apoiar o nosso site desligando o seu ad blocker.