SociedadeDestaque

Há 747 beneficiários do RSI em Tomar

- Publicidade -

Já foram mais de mil, mas em 2020, o número de beneficiários do RSI – Rendimento Social de Inserção em Tomar estava em 747, segundo os dados oficiais do INE – Instituto Nacional de Estatística. Na região, a seguir a Abrantes, Tomar é o concelho com maior número de beneficiários deste apoio da Segurança Social.

Em 2012 havia em Tomar 1.067 pessoas que recebiam este subsídio, o antigo Rendimento Mínimo Garantido, número que tem vindo a baixar, mas que voltou a subir ligeiramente durante a pandemia.

Beneficiárias/os do rendimento social de inserção, da segurança social

Ano 2020

Abrantes – 994
Alcanena – 95
Constância – 91
Entroncamento – 500
Ferreira do Zêzere – 95
Ourém – 302
Sardoal – 82
Tomar – 747
Torres Novas – 395
Vila Nova da Barquinha – 164

- Publicidade -

 

Dois por cento da população portuguesa é atualmente abrangida por esta medida que nasceu por recomendação da União Europeia. Portugal foi o penúltimo país a adotá-la. Foi o governo de António Guterres que, em 1996, avançou com o Rendimento Mínimo Garantido, mais tarde rebatizado Rendimento Social de Inserção, cujo valor máximo é atualmente de 189 euros.

Segundo os dados oficiais, a maioria dos beneficiários são crianças (40%) e idosos (impossibilitados de trabalhar).

O RSI representa 0.9% da despesa da Segurança social no Orçamento de Estado.

A SIC emitiu esta semana uma reportagem sobre o RSI cuja introdução pode ser vista aqui

 

- Publicidade -

4 comentários

  1. Convém ler com atenção e depois pensar um bocadinho. Abrantes está pior que Tomar, mas Ourém, com mais população (Tomar 33.000 eleitores, Ourém 40.000 eleitores), tem menos de metade dos beneficiários do RSI (302 em Ourém, 747 em Tomar). Porquê?

    1. O que me deixa a pensar é que os concelhos com maior aglomeração de determinadas pessoas, têm um número bastante superior na atribuição deste apoio.

  2. 1 Só se podem fazer comparações se for
    tudo em conta o total de residentes em cada cidade
    2 Os resultados são melhores em Ourém porque há mais atividade económica/ Empresas
    3 Sobre as minorias étnicas também tem que ser visto o seu peso relativo no total da população.

  3. O Sr Antonio deveria fazer as contas e constatar os factos, em vez de olhar para o cartão de militante e fundamentar argumentos a quente, senão vejamos:

    1 – As comparações (pelos menos as minhas) foram feitas com base em percentagens e não em número absoluto de beneficiários do apoio.

    2 – Se os resultados SÓ SÃO MELHORES em Ourém do que em Tomar, devido ao facto de terem mais actividade económica, isso só sublinha a incompetência e estupidez do executivo que o povo tem eleito nos últimos mandatos no nosso concelho.

    3 – Por último, quando disse o que disse, foi apoiado em factos e não a olhar para o cartão de militante como o Sr Antonio, ou seja:
    Se se der ao trabalho e se souber fazer as contas para calcular a percentagem de beneficiários no total da população do concelho, vai perceber que os concelhos com maior aglomeração de determinadas pessoas estão acima dos 2%, enquanto que os que têm abaixo são os que têm um número baixo de aglomeração de determinadas pessoas. Por exemplo, o concelho da Barquinha, que em percentagem é das que maior benefícios atribui, e se conhecer o concelho sabe bem da aglomeração ali existente, tal como Tomar e o Entroncamento. No lado oposto temos por exemplo Torres Novas, que ao não sofrer deste mal, tem em percentagem um valor bastante abaixo dos concelhos acima mencionados.

    É fácil vir e aqui e dizer o que se quiser, mas difícil deve ser olhar para o cartão de militante e ter que dizer que é branco quando aquilo que só vemos é preto.

    Abraço e bom fim semana

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo