SociedadeDestaque

Câmara compra casa ilegal para realojar família de etnia cigana

- Publicidade -

A câmara de Tomar comprou um terreno rústico com uma habitação ilegal no lugar de Cardelas, freguesia da Junceira, com o objetivo de realojar uma das famílias de etnia cigana do Flecheiro.

A escritura pública foi assinada por Anabela Freitas no dia 30 de novembro no cartório notarial de Sara Reis, na alameda Um de Março em Tomar.

Com uma área de 3.680m2, a propriedade, classificada como rústica, foi adquirida por 42.500 euros. Está integrada na reserva agrícola e no perímetro de rega da barragem do Carril.

Segundo a escritura que “Tomar na Rede” consultou, o terreno é composto apenas por vinha e oliveiras, não havendo qualquer referência à habitação que lá existe, ou seja, é uma construção clandestina.

Mas isso não impede que, nesta altura, a câmara esteja a concluir as obras de melhoramento da casa ilegal para que tenha condições para receber a família do Flecheiro.

- Publicidade -

Outra questão é o abastecimento de água que a casa não tem. Dispõe apenas de um depósito do telhado e de um poço.

Na reunião de câmara do dia 6, Luís Miguel, vizinho, protestou contra as ilegalidades que a câmara está a cometer e anunciou que vai desistir de um projeto de estufas que tinha para o seu terreno. Lamenta que a ele não deixem construir nem instalar contador de água, sentindo-se discriminado.

A Tejo Ambiente recusa-se a montar um contador de água na propriedade desse vizinho, por ser terreno agrícola, mas aos futuros moradores do lado está garantido o abastecimento de água.

Na mesma reunião, foi revelado que a câmara também comprou outro imóvel no Maxial, freguesia de Madalena, com o mesmo objetivo de realojamento habitacional, tudo isto feito sem qualquer informação pública.

cardelas ciganos IMG 20221202 151202

- Publicidade -

25 comentários

  1. Muito à frente!! o PDM em vigor na Praça da República já deve ser o 2030.. !!!
    .. porque no atual a zona é espaço agrícola, zona de cheias, REN, RAN.. é o bingo total, até faz TILT !!

    Não admira que as outras pessoas não consigam legalizar, a culpa só pode ser do Passos!

  2. Agora até já lhes oferecem quintinhas! Bom trabalho! Viver em Tomar é que está a dar! Próximas ofertas incluem vivendas com piscinas aquecidas e drogódromo!
    CIGANOS DE PORTUGAL, TODOS PARA TOMAR.

  3. Estamos mesmo entregues aos bichos, quer dizer para uns que além de não produzir nada em prol do país até compram uma quinta e recuperam a casinha para os senhores habitarem, a quem quer montar uma estufa para produzir e dar riqueza nem um simples contador autoriza! Vergonha!
    Tenham mas é juízo!

    1. Não é juízo que devem ter, mas sim vergonha. Mas como sabemos, esta galitada que está na câmara não tem filtro. É tudo à lagardere. O que lhes vale é que Tomar está fora de tudo o que é mapa e por isso dificilmente serão apanhados nas manipulações que fazem. Doutra forma há muito que já teriam perdido o mandato, ou melhor, já nem neste teriam entrado…

  4. Engraçado…eu vi essa propriedade e não a comprei porque não está legalizada…como cidadão cumpridor esse facto iria me prejudicar de várias formas…quem precisa trabalhar para viver… é assim.

  5. E eu Anabela, maluca? Pago uma casa ao banco, também quero uma sem trabalho e sem contribuição para a sociedade, ah se calhar o problema é esse. Não ando a bater em gnr’s (outros bananas) e não vivo de rendimentos. Se calhar vou te tirar da tua e vou para lá eu morar. Tem boas vistas para o cortejo dos Tabuleiros, ainda posso alugar a varanda como costumas fazer. As obras de remodelação também gostei…por mim está feito. Se andas a dar casas, arranja outra para ti. Um dia destes passo aí para ir buscar as chaves.

    1. Este país é uma vergonha. Que exemplo dá esta classe que se diz política. Enquanto é pobreza para quem trabalha gastam o dinheiro de todos debqualquer maneira. Só cadeia!

    1. Mas as pessoas têm aquilo que escolheram!!
      Aqui o labrego são votantes que vão ás urnas colocar o voto nesta gente.
      Mas não é ir nas próximas eleições votar PSD, pois a grande mudança serão as pessoas. Bastar olhar á dececionante oposição feita pelo PSD, que no principal ou vota em conjunto com o PS ou abstêm-se( Veja o exemplo da Tejo ambiente)

  6. A revolta das pessoas pode ter eco na sua prática, e na prática é ninguém participar em nada em que as entidades oficiais apelem à participação das pessoas, como por exemplo a próxima festa dos tabuleiros. Querem festa? Arrebanhem os ciganos…

  7. E depois os políticos, jornalistas e outros, geralmente gentinha caviar que nunca saiu da cidade grande, berram sobre o “racismo sistêmico”? Vão dar banho ao cão, a ser verdade é so mais um roubo político, uns trabalham a vida toda para pagar casa, carros, impostos e taxas, outros que nunca pagaram 1 tostão de impostos ou contribuiram para a sociedade recebem casas de rico e ainda a camara se oferece para legalizar o palacio?
    Realmente não deviam espancar imigrantes, deviam era virar-se para outras classes, essas sim responsáveis eis pelas injustiças existentes no pais.

  8. eu que me fartei de descontar para o pais, infelizmente fiquei deficiente e sem emprego, neste momento vivo em condições miseraveis numa divisão emprestada já pedi casa a camera deram-me o toma, a estes por causa da etnia até lhes compram casa com terreno e tudo, continuem a votar nas esquerdas e nestas palhaçadas.

  9. Penso ser altura do ministério publico intervir, pois não permitiam a legalização pelo antigo proprietário (e muito bem )pois o PDM
    não o permitia,mas agora esta cãmara faz o que quer sem olhar a leis .Será talvez a altura de ser feita uma fiscalização ás contas
    e outros movimentos desta autarquia.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo