in ,

Câmara apoia ACR de Carvalhos de Figueiredo com 3.500 euros

O movimento associativo também está a sofrer as consequências da pandemia. São atividades que se deixam de realizar, são bares fechados, são serviços que se deixam de prestar e um sem número de problemas. Além de que há despesas fixas que têm de ser pagas.

As festas de verão eram, para muitas coletividades, autênticos balões de oxigénio em termos financeiros. Por vezes o que se conseguia angariar num fim de semana era suficiente para garantir a porta aberta e o funcionamento de atividades durante todo o ano.

Tendo em conta estes fatores, a Associação de Carvalhos de Figueiredo pediu apoio à câmara de Tomar para mitigar os problemas de ordem financeira que está a atravessar.

A câmara vai atribuir uma verba de 3.500 euros, decisão a tomar na reunião desta segunda feira, dia 31.

Escrita por Redação

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Câmara reúne nesta segunda feira

Automobilistas “às aranhas” por falta de sinalética