in ,

Assalto à sede da Thomar Honoris causa 5 mil euros de prejuízo

Durante a madrugada desta quinta feira, dia 26, a sede da associação Thomar Honoris, junto à estação da Rodoviária em Tomar, foi assaltada. Os larápios acederam ao espaço pelo lado da antiga tipografia Nabão, arrombaram o portão com um pé de cabra e carregaram dezenas de peças avaliadas em cerca de 5 mil euros.

Roubaram colunas de som, ferramentas, elmos, alambiques e outro material da Escola de Música Histórica, Academia de Armas, Arco, Danças, ofícios, etc.

“O trabalho de quatro anos, desapareceu numa noite. Trabalhámos durante quatro anos para conseguir comprar o que tínhamos naquele espaço, e tínhamos neste momento os diversos departamentos devidamente equipados”, relata Filipe Pires, presidente da associação visivelmente abalado com o sucedido.

“Resta-nos ficar com a mágoa e saber que temos mais uns anos para reconstruir o que estávamos a construir, e agradecer às forças policiais”, acrescenta.

A Thomar Honoris é uma associação fundada em 2014, que se dedica ao estudo e prática das artes medievais.

O espaço que utilizam como sede, junto ao terminal da Rodoviária, foi cedido pela câmara.

 

 

Escrita por Redação

Comentários

Responder
  1. A PSP tem que andar pelas Ruas..fazerem rondas a pé por toda a cidade. A cidade é pequena, é um disparate ter apenas policaia montada…essas rondas alem de serem beneficas para o ambiente também promovem a saude dos proprios agentes.

  2. Sílvia,
    Quer explicar aqui em que dados estratégicos se baseia para em vários post vir defender que a PSP devia de andar a pé?
    É que se não explicar isso corre o risco de continuar a ter post que indicam que é uma pessoa mal resolvida com a referida instituição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Capas dos jornais locais e regionais

E agora… Coronavírus… mundo com pés de barro…