in ,

Antiga aluna do IPT morre de acidente em França e deixa bebé de 14 meses

Rita Antunes e o seu marido, Carlos Silva, emigrantes no Luxemburgo, morreram na madrugada deste domingo, dia 18, na sequência de um choque em cadeia que ocorreu na A10, em França, quando a família regressava depois de férias em Portugal.

Natural de Pousios, concelho de Pombal, Rita foi aluna do Instituto Politécnico de Tomar onde frequentou o curso de artes plásticas e pintura.

Casou há dois anos e foi mãe há 14 meses. O bebé, que também ia na viatura acidentada, saiu ileso da colisão e está em observação no hospital Clocheville, em Tours.

Rita Antunes e Carlos Silva tinham 32 e 34 anos, regressavam das férias de verão em Portugal e viajavam para o Luxemburgo, onde trabalhavam. Residiam na comuna de Lasauvage, no sul do Luxemburgo.

O acidente ocorreu cerca das 6 horas da manhã perto de Santenay (Loir-et-Cher), na autoestrada que liga Paris a Bordéus, habitualmente utilizada por portugueses nesta altura do ano.

Rita mantinha uma página no facebook onde mostrava as suas obras.

Familiares, antigos colegas e amigos estão em choque com a tragédia.

 

Escrita por Redação

Comentários

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 comentários

PCP contra extinção dos SMAS e solidário com trabalhadores

Filas no Convento de Cristo