in ,

PSD Tomar: lista de José Delgado promete não dizer mal de ninguém

Em contagem decrescente para as eleições internas no PSD Tomar, marcadas para dia 24, José Delgado, atual vereador, apresentou a sua lista e as linhas mestras da sua candidatura numa sessão realizada no Arco pub, na rua Pedro Dias.

Ao seu lado estava o mandatário, Mário Santos, a candidata a presidente da Mesa da assembleia, Maria Fernanda Correia, os candidatos a vice-presidente, Maria Luísa Oliveira e Guilherme Silva.

Depois da intervenção da mandatária da juventude, Adriana Silva, e do mandatário, José Delgado interveio sobre as razões da sua candidatura que “representa a vontade de muitos dos militantes do PSD de Tomar, em criar e participar num projecto agregador e aberto, um projecto de futuro e com dimensão, um projecto alicerçado no espírito de missão, na diversidade e na competência”.

José Delgado não se assume como oposição à atual liderança de Lurdes Ferromau, recandidata ao cargo, mas sim como alternativa. Sublinha que é ponto sagrado da sua lista “não dizer mal de ninguém”.

O candidato é engenheiro, tem 59 anos, é casado e tem duas filhas. Há cerca de 10 anos já liderou os destinos do PSD Tomar.

Lista encabeçada por José Delgado:

MANDATÁRIOS

Mandatário: Mário Matos dos Santos

Mandatário da Juventude: Adriana Maria Madeira e Silva

REPRESENTANTE DOS TSD

Nuno Miguel Magalhães Ferreira Magalhães

MESA DA ASSEMBLEIA DE SECÇÃO

Presidente: Maria Fernanda do Pranto Correia

Vice-Presidente: António Manuel Baptista Gonçalves Jorge

Secretário: Carlos Duarte Nunes

Suplente: Pedro Miguel Marques Ribeiro Ferreira

Suplente: António João de Jesus Matos

Suplente: Carlos Jorge Evaristo Mendes

DELEGADOS À ASSEMBLEIA DISTRITAL DE SANTARÉM

Delegado: Isabel Maria Nogueira Fernandes Boavida

Delegado: Luís Manuel Lopes Claro

Delegado: Francisco Lopes Madureira Salgueiro

Delegado: António Pedro dos Santos Bonet da Graça Vieira

Delegado: Guilherme Nuno Madeira e Silva

Delegado: Paulo José da Silva Faria

Delegado: Hélder Manuel Neves Marques Santos

Delegado: António João de Jesus Matos

Delegado: Luís Fernando Marques Lopes

Delegado: Carlos Sérgio da Costa Pereira

COMISSÃO POLÍTICA DE SECÇÃO

Presidente: José Manuel Mendes Delgado

Vice-Presidente: Maria Luísa Gaspar do Pranto Lopes de Oliveira

Vice-Presidente: Guilherme Nuno Madeira e Silva

Tesoureiro: Francisco Lopes Madureira Salgueiro

Secretário-geral: Hélder Manuel Neves Marques Santos

Vogal: Sandra Margarida da Silva Reis

Vogal: Jorge Filipe Martinho Rosa

Vogal: António Pedro dos Santos Bonet da Graça Vieira

Vogal: Luís Filipe de Pinho Freire

Vogal: Casimiro Mateus Fernandes Serra

Vogal: Maria Beatriz Schulz Nunes

Vogal: Adriano Vivaldo Duarte Santos Ribeiro

Vogal: Cristina Maria Ladeira Rodrigues

Suplente: Luís Henrique da Costa Ferreira

Suplente: Pedro Miguel dos Santos Lopes Pereira

Suplente: Luís Fernando Marques Lopes

Suplente: Inês Sofia Narciso dos Santos Brito Costa

Suplente: Alda Susana Gonçalves Brites

Suplente: Ricardo Filipe Martins Saldanha da Graça

Suplente: Ricardo Luís dos Santos Mendes

Suplente: João Nunes Iria

Suplente: Hugo Miguel Antunes da Silva Jacinto

 

A RAZÃO DA CANDIDATURA AO PSD DE TOMAR

“Uma equipa, a força desta candidatura ao PSD de Tomar, que emerge de uma força interna, uma força que quer mais, muito mais, que quer colocar Tomar em primeiro lugar, através do desenvolvimento, da fixação e captação de empresas, da criação de riqueza, da criação de emprego e justiça social, da fixação dos mais jovens e crescimento da população.

Uma equipa, que se rege e mergulha na competência e responsabilidade, que não tem receio de ter os melhores ao seu lado, que não nega oportunidades e onde todos têm lugar e palavra, uma equipa que se preza em saber ouvir e saber decidir, uma equipa líder e com dimensão, que saberá agregar e potenciar as ambições dos Tomarenses, que saberá distinguir o essencial do acessório e que acolherá todas propostas que se revelem importantes para o concelho, independentemente da sua origem – “Todos diferentes todos iguais”.

Uma equipa, que se revê nas seguintes reflexões do fundador Sá Carneiro:

– A força forja-se na luta, a firmeza no combate pelos princípios, a coragem no enfrentar da crise.

– Queremos um sistema para as pessoas e não as pessoas para um sistema.

– Sem melhoria das condições dos portugueses, não há política que valha a pena.

– A política sem risco é uma chatice, mas sem ética é uma vergonha.

Esta candidatura ao do PSD de Tomar, exalta estes princípios e representa a vontade de muitos dos militantes do PSD de Tomar, em criar e participar num projecto agregador e aberto, um projecto de futuro e com dimensão, um projecto alicerçado no espírito de missão, na diversidade e na competência.

Um projecto, aberto a todos, onde a competência será uma mais valia e uma oportunidade para o crescimento sustentado , onde a diversidade e o saber, serão o mote para a criação de uma nova abordagem para Tomar “Saber agregar, saber ouvir, saber decidir”, não ter receio de apostar num futuro, que rasgue com a mediocridade e com as vistas curtas e de pequena dimensão.

Uma equipa e uma liderança, que sem tréguas, saberá travar as lutas necessárias, para fazer valer os interesses de Tomar e não se intimidar com o peso das intuições do estado, que teimam em lesar Tomar e os Tomarenses.

Uma candidatura, uma alavanca para o PSD de Tomar:

– Reforçar e expandir o PSD de Tomar;

– Reforçar as relações com as estruturas regionais, distritais e nacionais;

– Lutar pela inclusão de Tomar, nos órgãos distritais e nacionais;

– Exaltar a verdadeira força dos militantes do PSD de Tomar;

– Dar voz e acolher força dos militantes e simpatizantes do PSD de Tomar;

– Saber agregar e alavancar os conhecimentos dos autarcas eleitos pelo PSD de Tomar;

– Saber respeitar a autonomia dos autarcas eleitos e evoluir conjuntamente com eficácia

– Apoiar os autarcas eleitos pelo PSD de Tomar;

– Apoiar as “Mulheres Social Democratas” e potenciar a sua representação nos órgãos distritais e nacionais;

– Apoiar os “Trabalhadores Social Democratas” e potenciar a sua representação nos órgãos distritais e nacionais;

– Interagir e colaborar com a “Juventude Social Democrata”;

– Criar um verdadeiro Gabinete de Estudos, com visão, estratégia, conhecimento e capaz de envolver parceiros e parcerias internas e externas a Tomar.

Uma candidatura, uma alavanca para o concelho de Tomar:

Afirmar Tomar e potenciar os seus atributos, dinamizar o território como um todo;

– Mobilizar, envolver e agregar vontades e ações dos Tomarenses;

– Mobilizar e interagir com as instituições e entidades existentes no concelho;

– Potenciar e apoiar as empresas e instituições existentes no concelho de tomar;

– Atrair para o concelho mais instituições, mais empresas, criar riqueza;

– Desenvolver políticas para a fixação da população, em especial, os mais jovens;

– Desenvolver políticas que apostem no rejuvenescimento e aumento da população;

– Potenciar o dinamismo económico, com empresas, ligar o mundo empresarial ao conhecimento, à tecnologia e à inovação;

– Criar e potenciar a criatividade, o empreendedorismo, novas oportunidades, para pessoas, empresas e instituições;

– Atrair e potenciar, fundos e subsídios para o concelho de Tomar;

– Criar emprego, criar emprego qualificado e mais justiça social;

– Melhorar as acessibilidades, a mobilidade e os transportes;

– Reinventar as redes de comunicação, facilitar a ligação de Tomar ao mundo;

– Promover e reforçar o investimento na educação (desde a Educação Pré-Escolar ao Ensino Superior, ao Politécnico de Tomar);

– Potenciar todas actividades âncora para o concelho de Tomar, na cultura, no turismo, no património, nos recursos naturais, entre outros.

Facilitar o desenvolvimento de uma cidadania ativa e participativa com forte investimento no conhecimento da cultura, do património material e imaterial, do ambiente e claro, reforçar o potencial turístico de Tomar e do Médio Tejo.

Temos História, património edificado, património imaterial, património natural, recursos naturais para potenciar e otimizar (agricultura, pinhal, cursos de água),

Temos capital humano, especialistas, empreendedores e investigadores.

Temos de captar investimento, temos de mostrar quem somos e o que temos.

Tomar tem tudo, mas temos de trabalhar para potenciar, dinamizar e melhorar.

Vamos trabalhar por Tomar!

Vamos afirmar Tomar!

Viva o PSD, Viva Tomar”

José Manuel Mendes Delgado

Candidato à Presidência da Concelhia do PSD de Tomar

Escrita por Redação

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Atenção ao mau tempo que aí vem

Bons Sons é o melhor festival de média dimensão do país