in ,

Morreu idosa vítima do incêndio na rua Amorim Rosa

IMG 20210314 161832

A idosa vítima do incêndio que eclodiu no domingo (14/3), no apartamento onde vivia na rua Amorim Rosa em Tomar, não resistiu às graves queimaduras que sofreu.

Maria Emília Carvalho Nunes, de 87 anos, tratada carinhosamente por Mariazinha, morreu ao fim da tarde desta terça feira, dia 16, na unidade de queimados dos hospitais da Universidade de Coimbra.

O alerta para o incêndio foi dado às 15h39 de domingo, numa altura em que as chamas já tinham alastrado a todo o apartamento onde a idosa, viúva, morava sozinha. Foi retirada pelos bombeiros através da varanda das traseiras. Apresentava queimaduras do 3º grau em 80 a 90% do corpo.

Ainda não há informação quanto ao funeral.

À família, sobretudo ao seu irmão, o pintor tomarense Tó Carvalho, apresentamos sentidas condolências.

maria emilia nunes

Escrita por Redação

Blog informativo Tomar na Rede. Notícias sobre Tomar e região envolvente. Informação local e regional.

Comentários

Responder
  1. Numa zona urbana, num apartamento de primeiro andar, a 100 metros do quartel de bombeiros, sem explosões, como foi possível não retirar a tempo (salvar) a única residente da habitação? Dá que pensar.

    • O fogo não se comporta todo da mesma forma, basta haver muito material combustível ou muito oxigénio. Pode ter sido uma deflagração rápida e de ainda mais rápida progressão, acontece muito em edifícios e habitações antigas.

      As condolências à família enlutada.

    • Por acaso esteve lá? Assistiu a tudo do primeiro minuto ao último? Arriscou a sua vida? Ajudou?
      Atrás do computador tudo é fácil.

      • Ajudar? Com a presença dos bombeiros surdos aos avisos dos populares, como quase sempre, e a autoridade a fazer um cordão de segurança?

  2. muito bem visto! Dá mesmo que pensar… ainda por cima os cafés ainda nao estavam abertos.. ou será como no Norte, que andavam a fazer festas no quartel?
    Deviam ser feitos testes de alcoolemia aleatórios, nao só a bombeiros, mas a professores, médicos, enfermeiros..

  3. Uma palhaçada autêntica a quantidade de pessoas que se viu em vídeos nas traseiras sem fazer um caralho ,hoje em dia preferem tar agarrados a merda de um teelmovel a filmar o acontecimento do que porpriamnete fazer algo de maneira a judar…
    Concerteza que por ali muito bom jovem que facilmente subia aquela merda de muro d é meio metro com acesso a varanda das traseiras e em menos de dois minutos a senhora poderia ter sido socorrida…
    Mas não, juventude hoje em dia só sabe é fumar ganzas e levar no cu…

    • Lamentável que as autoridades policiais no local não dispersaram ninguém da via pública, mais a mais, estamos ainda em Estado de Emergência e com um desconfinamento gradual, mas para certas pessoas, é mais importante desrespeitar e pegar na porcaria de um smartphone e fazerem uma peregrinação para verem o incendio, ligarem ao vizinho e à vizinha para irem lá ter, etc. É incrívele quantos estavam sem máscara na via pública? E distanciamento? Pois…a PSP fechou os olhos e ali parados a ver os bombeiros a trabalhar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0
tema home norema Fabrica Tomar

Tema Home (ex-Norema) fundada há 40 anos (c/ vídeo)

hospital de Tomar DSCF2084

Primeiro caso de Covid-19 em Tomar foi detetado há um ano