NecrologiaDestaque

Militar que morreu em Santa Margarida vivia no Entroncamento

- Publicidade -

Já é conhecida a identidade do militar que perdeu a vida na sequência de uma explosão no campo militar de Santa Margarida na tarde desta quinta feira, dia 2.

Trata-se do sargento-ajudante Carlos Mota, de 47 anos (fazia 48 a 12 de março), residente no Entroncamento e natural de Vila Velha de Ródão. Era casado e pai de duas meninas.

O militar integrava a Brigada Mecanizada e já tinha participado em várias missões no estrangeiro: duas no Líbano, como Chefe Secção Transportes Auto e uma na Bósnia Herzegovina, como Comandante de Secção do Modulo de Engenharia.

A explosão, no interior de uma viatura, provocou ainda cinco feridos, dois dos quais em estado grave, transportados de helicóptero para os Hospitais Universitários de Coimbra.




- Publicidade -
- Publicidade -

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo