InsólitoDestaque

Carrinha da câmara de Almeirim estacionada junto a casa de alterne

Almeirim está em alvoroço com uma publicação no Facebook em que um cidadão denuncia a presença de uma carrinha da câmara, em pleno horário de trabalho, junto a uma casa de alterne situada em Vale de Santarém.

O homem acusa o encarregado da câmara de utilizar a viatura durante as horas de serviço para “ir às meninas”.

O caso está a tornar-se viral nas redes sociais com centenas de comentários a favor e contra.

tomardrive banner out. rodape 2020 41 7293055622693185155 n Copia

A situação foi divulgada no facebook por Miguel Ferreira, que, segundo o jornal O Mirante, alegadamente tem um processo em tribunal devido a partilhas com o funcionário da câmara que conduz a carrinha.

almeir 2

 

 

7 comentários

  1. Já não se pode estacionar na proximidade de um bar…que por acaso proporciona serviço de alterne? Somos mesmo um país pequenino, mal frequentado por saloios sem horizonte. Se calhar o homem, ou homens, ou mesmo mulheres, porque não, levaram a carrinha para saberem onde estavam nessa altura
    Isto lembra-me a origem das casinhas da lanterna vermelha nos EUA na época da expansão do caminho de ferro para oeste, quando os chefes de brigada iam de noite às meninas e deixavam à porta uma lanterna de luz vermelha acesa à porta para se saber onde estavam para o caso de terem de os chamar para uma eventualidade.
    Em Almeirim, uma terra onde o diabo perdeu as botas, onde se explora o trabalho dos desgraçados dos asiáticos para ali mandados, e onde ao fim do dia não há cão nem gato que não esteja bem bebido, à falta de algo para fazer fazem dum ligeiro aguaceiro um dilúvio bíblico.
    Pobres de espírito.

  2. O artigo tem mais erros ortográficos do que palavras.
    Será que no tal “bar” dão lições de português?
    O comentador da coisa quer que lhe emprestem a carrinha?

  3. Deve ser só em Almeirim que isto acontece….
    Em que municípios deste país os encarregados e outros funcionários não vão ao café em horário de serviço?
    E sendo que as fotos foram tiradas numa rua sem saída, o que lá estava a fazer o autor das fotos?
    Tinha ido rezar certamente…..

      1. Caro Lopo, esta situação foi notícia em vários jornais e muitos referiam a situação de ser rua sem saída, situação que confirmei com pessoas de Tomar que frequentam o local

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo