in ,

Só pode conduzir estas trotinetes quem tiver mais de 18 anos

trotinetes IMG 20210507 072018

A propósito do primeiro acidente com trotinetes registado em Tomar, no dia 30 de maio, em que um adolescente, com cerca de 12 anos, foi abalroado por um carro quando atravessava a passadeira, “Tomar na Rede” procurou obter alguns esclarecimentos junto da empresa que explora estes veículos em Tomar, a Bird.

De acordo com o artigo 112º do Código da Estrada, as trotinetes elétricas estão sujeitas às mesmas regras que os velocípedes. Quem as conduz não precisa de ter carta de condução, mas, segundo as regras da empresa Bird, tem de ter mais de 18 anos, além da sua obrigação de cumprir as regras de trânsito – o que implica saber o Código da Estrada.

Javier Aparicio, gestor de comunicação da Bird Portugal, respondeu a algumas perguntas:

 

Quem é que pode utilizar as trotinetes Bird?

A Bird está disponível como forma de transporte sustentável para qualquer pessoa com mais de 18 anos. A missão de Bird é tornar as cidades mais habitáveis, ajudando a reduzir o número de viagens de carro nas cidades – reduzindo o congestionamento e a poluição atmosférica.

 

Que mecanismos têm para controlar a idade dos utilizadores?

A política de Bird é que apenas os maiores de 18 anos podem utilizar o serviço. Os utilizadores têm de aceitar os termos do acordo com a Bird antes de utilizarem o serviço, em que declaram ter mais de 18 anos, e isto está claro na aplicação.

 

Se um jovem com menos de 18 anos utilizar uma trotinete Bird que consequências e responsabilidades tem? A Bird descarta qualquer responsabilidade?
Investigamos qualquer relato de menores de idade a utilizarem as trotinetes elétricas da Bird. Temos uma tolerância zero para os menores de 18 anos e banimos quaisquer utilizadores da nossa plataforma sempre que estas incidências são identificadas.

 

Em caso de acidente envolvendo uma trotinete, de quem é a responsabilidade, do utilizador ou da empresa?
Os acidentes com trotinetas Bird scooters são muito raros.  No entanto, no caso de um acidente, a Bird investiga a causa do incidente e comunica o assunto a uma companhia de seguros apropriada.  A responsabilidade por acidentes com trotinetas Bird, como todos os acidentes, depende da causa do acidente.

 

Há algum tipo de seguro que cubra eventuais prejuízos? De quem é essa responsabilidade?
A Bird tem uma vasta gama de coberturas de seguro, tal como é exigido em Portugal, e cada situação e incidente é único.

 

As trotinetes Bird podem circular nos passeios? Onde devem circular?

Os micro EV da Bird só devem circular em estradas e ciclovias. As trotinetas não devem circular nos passeios e os utilizadores podem igualmente ser banidos quando da Bird quando identificados a circularem em passeios.

 

É obrigatório o uso de capacete?

O uso de capacetes não é obrigatório (na lei), mas recomendamos sempre que os utilizadores usem capacetes. A Bird organiza eventos de segurança em cidades onde oferecemos capacetes gratuitos aos utilizadores. Quando um utilizador se regista na nossa plataforma, tem de ler os regulamentos da cidade e as recomendações para a utilização do nosso serviço.

 

Conheça as regras de utilização das trotinetes elétricas

 

Primeiro acidente com trotinetes em Tomar faz um ferido

 

Trotinetes partilhadas chegam a Tomar

A invasão das trotinetes

Trotinetes surgem em locais improváveis (c/ fotos)

Escrita por Redação

Blog informativo Tomar na Rede. Notícias sobre Tomar e região envolvente. Informação local e regional.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0
necrologia

Necrologia

incendio 1556157253868166128 n

Helicóptero ajuda a apagar incêndio perto do Caniçal (c/ fotos e vídeo)