in ,

Lixo de Tomar pode passar a ir para Leiria

Desde que encerrou a lixeira de Tomar há cerca de 20 anos, o lixo produzido no concelho tem sido transportado para o aterro sanitário da Resitejo, na Chamusca.

Com a tarefa de recolha de lixo em fase de privatização, a empresa Tejo Ambiente pondera passar a depositar o lixo de Tomar no aterro da Valorlis, em Leiria.

A intenção faz parte do estudo de viabilidade económica e financeira da Tejo Ambiente e do orçamento desta empresa intermunicipal para este ano.

Segundo o documento a empresa “considera a possibilidade de envio a destino final dos Resíduos Sólidos Urbanos (RSU´s) para a VALORLIS, S.A., proposta fundamentada no facto de existir uma prática de preços/tonelada substancialmente mais baixa do que os praticados pela RESITEJO e VALNOR, Avis. Ou em alternativa, considerar a possibilidade de renegociação dos valores com estas operadoras, de modo a que, no horizonte temporal de 5 anos, a medida seja geradora de uma poupança na ordem dos 0,6 milhões de euros/ano”.

A empresa intermunicipal Tejo Ambiente tem por missão a gestão integrada e partilhada dos Sistemas de Abastecimento de Água, Resíduos Urbanos e Saneamento Básico dos Municípios de Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Tomar e Vila Nova da Barquinha, para um universo de 108 mil habitantes e 77 mil alojamentos.

Escrita por Redação

Comentários

Responder
  1. O centro hospitalar em Abrantes. O no rodoviário em Torres Novas. Agora até o tratamento do lixo de Tomar tem que ser resolvido por Leiria. Para lá foi a polícia judiciária, a seguir será o Politécnico?

    • Desiluda-se, cidadão Agulha. A sua casa nunca irá para Leiria. Porque os do IPL não querem de forma alguma. Dizem que lixo e problemas já lá têm que chegue.
      Talvez Santarém, e mesmo assim…
      Se vier a acontecer, semelhante união estará condenada ao fracasso. Não há memória de algum conjunto de entrevados mentais se ter transformado num sucesso académico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

A vergonha das papeleiras a abarrotar continua

Beethoven no lixo