in ,

Empresa Talhos Fernando aposta no talho do mercado e no online

Talho Fernando na Alameda vai fechar

O talho da Alameda vai fechar

Os tempos são de mudança e inovação nos Talhos Fernando. Numa conferência de imprensa realizada hoje no hotel Casa dos Ofícios, representantes da empresa anunciaram algumas novidades para os próximos tempos.

Rui Coelho da Silva e Elisabete Jesus, filha do fundador, revelaram que o talho da Alameda Um de março em Tomar vai fechar no final do mês e que, a partir do dia 3 de dezembro, têm como única loja física na cidade, o talho do mercado municipal, onde o negócio começou há 46 anos.

É um regresso às origens que implica um investimento de cerca de 50 mil euros (valor corrigido) em melhoramentos nas instalações.

Mas a principal inovação é a criação do site www.talhoemcasa.com onde os clientes podem efetuar as suas compras a partir de casa, havendo entrega ao domicílio na zona de Tomar através da distribuidora Recadex.

No talho do mercado, para além do atendimento ao balcão, vai funcionar o “Pick & Go”, onde os clientes podem levantar as encomendas até às 19 horas, de uma forma fácil, rápida e segura, até porque o estacionamento é amplo e gratuito. Na mesma conferência de imprensa foi apresentado o novo logotipo que acompanha o slogan “por uma vida com mais sabor”.

“Estas decisões foram tomadas de forma a trazer benefícios para os clientes. Facilidade de acesso e estacionamento gratuito, possibilidade de adquirir num único local os produtos de qualidade e podendo completar o cabaz com frutas e vegetais frescos de produção tradicional”, explicam os responsáveis da empresa.

Criação de gado, fumeiro tradicional e talhos são as três atividades da empresa que conta já com 11 colaboradores.

Da unidade de fumeiro situada na zona industrial de Tomar saíram no ano passado 90 toneladas de enchidos, sendo 80 por cento da produção comercializada na zona da grande Lisboa onde há 200 pontos de venda.

Elisabete Jesus e Rui Coelho da Silva durante a conferência de imprensa

Escrita por Redação

Comentários

Responder
  1. Oxalá tenham sorte. Há mudanças porque sim ou porque são “modernas” mas que não dão resultado. Fechando sempre poupam na instalação na zona comercial da Alameda mas, nesta, muitas vezes havia fila de clientes. Estacionamento agora tambem há com os parquimetros. Garantido, garantido, é mais um encerramento em Tomar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Parabéns

Tomar imita Barquinha e cria um Centro Interpretativo dos Templários