in ,

Eleições no CAST suspensas

cast lar s. josé idosos

A Segurança Social deu instruções ao Centro de Assistência Social de Tomar (CAST) para suspender as eleições na instituição por irregularidades no processo eleitoral. É que tudo estava a ser feito com base nos estatutos de 2019 que ainda não estão em vigor porque a segurança social ainda não os aprovou.

Ou seja, as eleições têm de obedecer às regras definidas nos estatutos de 2017 que têm condições diferentes no que respeita à constituição das listas e ao direito de voto dos sócios, por exemplo.

De acordo com os novos estatutos, elaborados pelo atual presidente do CAST, Pedro Marques, só os sócios com mais de seis meses de associados é que têm direito a voto, enquanto nos anteriores estatutos bastavam três meses.

Outra alteração é que não podem pertencer aos órgãos sociais do CAST pessoas que integrem órgãos de outras instituições, enquanto os anteriores estatutos não colocavam essa limitação.

Os estatutos de 2017, ainda em vigor, determinam que a direção seja constituída por cinco pessoas, enquanto os novos indicam sete elementos.

Por isso, a própria lista de Pedro Marques, único candidato, vai ter de sofrer alterações.

Caso as eleições se realizassem no dia 3 conforme estava convocado, havia o risco de impugnação por irregularidades.

As eleições foram adiadas para 21 de dezembro.

Pedro Marques recandidata-se no Centro de Assistência Social de Tomar

Escrita por Redação

Blog informativo Tomar na Rede. Notícias sobre Tomar e região envolvente. Informação local e regional.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0
imprensa jornais IMG 20170617 092337

Capas dos jornais locais e regionais

IMG 20201202 132936

Últimos cartões de desconto de Natal esgotam em poucas horas