in ,

A história da ilha do Lombo contada por quem ali “nasceu”

ilha do lombo 0 75E3OfgUTQWyvFqL

“Partilho convosco uma pequena biografia que escrevi dessa extraordinária ilha que Saramago descreveu como “fora das humanas medidas”, bem como alguns apontamentos sobre o meu avô, que ousou sonhar o impossível e que criou um sítio único”. É desta forma que o jornalista tomarense Gabriel Soeiro Mendes, neto do fundador da estalagem da ilha do Lombo, introduz um texto onde conta a sua história.

“Quem me conhece já me ouviu contar histórias de uma ilha. Da ilha onde vivi grande parte da minha infância e a que hoje, volvidos mais de 25 anos, ainda regresso todas as noites — é inexplicavelmente (ou talvez não) cenário de quase todos os meus sonhos”, escreve Gabriel.

É a história de Francisco Pires Soeiro, um empresário que transformou uma ilha num destino turístico em plena albufeira de Castelo do Bode.

O seu neto, Gabriel Soeiro Mendes, é autor do Melhor Blogue de Fotografia de Viagem, prémio conquistado vários anos consecutivos, http://umafotoumahistoria.com/

O texto sobre a ilha do Lombo pode ser lido aqui

 

Redação

Escrita por Redação

Blog informativo Tomar na Rede. Notícias sobre Tomar e região envolvente. Informação local e regional.

Comentários

Responder
  1. Olá, sei bem do que fala, o meu avô, João Ribeiro, amigo do peito do Chico Soeiro, era assim que ele o tratatava, andou a construir muitas das paredes, a ponta que liga as duas ilhas, porque quando a barragem está no seu limite de capacidade, formam-se duas ilhas que se ligam por uma pequena passagem de pedra.
    Lembro-me de em miúdo visitar as obras, e ver a piscina, e pouco mais tarde, a construção de mais alguns quartos inferiores, abaixo da piscina.
    De conhecer o jovem filho, dos três que teve, e que na altura conduzia o barco, que julgo agora estar em Dornes, para transporte dos clientes e visitantes, as vezes para pernoitarem, outras só para tomar um café ou uma cerveja.
    Enfim, lamenta-se hoje um dos hotéis mais bonitos de Portugal estar a ser “gerido” de forma a que esteja praticamente vazio!
    Mas da nossa memória nada nos impede de a “visitar”.
    Grato ao neto.

    Bem haja.

Deixe uma resposta

Avatar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0
ponte do prado IMG 20191025 141136

Perigo na ponte do Prado

10 11 Enoturismo2019 banner site

Prova de vinhos no posto de turismo