in ,

A dor de uma mãe que perde um filho com cancro

diogo cancro

No verão de 2018, Olga Silva, de Tomar, ficou inquieta com o inchaço na barriga do filho de 11 anos. Após vários exames, recebeu o diagnóstico: Diogo tinha um tumor no fígado.

“Até ao fim acreditava que aquilo ia mudar, mesmo quando disseram que não havia nada a fazer”, conta esta mãe em entrevista ao programa de Júlia Pinheiro, da SIC, transmitido no dia 11.

Em quatro vertiginosos meses, a vida daquela família mudou com a perda do filho quando já tinha 12 anos.

Sentindo necessidade de escrever, Olga relata o seu drama familiar no livro “Acredito, Diogo”.

 

A entrevista na televisão pode ser vista nos seguintes links:

Júlia – 11 de novembro – Parte 2 – Filho morre aos 12 anos com cancro

 

Olga recorda os últimos minutos do filho e Júlia emociona-se: “Isto não é amor, é uma forma superlativa de amar!”

 

“Ó mãe, se eu precisar do teu fígado dás-me do teu?” – Olga recorda pergunta do filho ao descobrir que tinha um tumor

 

Se não conseguir visualizar, tente em modo de navegação anónimo.

 

Escrita por Redação

Blog informativo Tomar na Rede. Notícias sobre Tomar e região envolvente. Informação local e regional.

Comentários

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0
imprensa jornais

Capas dos jornais locais e regionais

covid 19 b

Covid-19: Abrantes, Alcanena e Ourém entram para a lista vermelha