in ,

Tourada em Santarém gera indignação por alegado excesso de público

A grande afluência de espectadores à corrida de touros na tarde deste sábado, na Praça Celestino Graça em Santarém está a gerar comentários de indignação e protesto devido ao grande ajuntamento de pessoas numa altura de pandemia.

A legislação refere que as praças podem ocupar apenas 50 por cento dos lugares, mas a ver pelas fotos que circulam nas redes sociais, esse limite parece ter sido ultrapassado. A organização garante que os lugares eram numerados e marcados, além de ser obrigatório o uso de máscara.

Esta foi a primeira corrida de touros na temporada 2020 na praça de Santarém.

Participaram os cavaleiros António Ribeiro Telles, João Moura Jr e Francisco Palha e os forcados Amadores de Santarém e de Montemor.

Até entre os aficionados há quem critique a grande concentração de pessoas numa altura em que se exige distanciamento social.

E entre os adeptos de futebol a pergunta é esta: porque é que é permitido público nas touradas e não nos jogos de futebol? Qual é o critério?

 

 

Escrita por Redação

Comentários

Responder
  1. Vivemos num país de terceiro mundo!
    Somos pessoas de terceiro mundo!
    Temos políticos de terceiro mundo!
    Desta geringonça só podíamos esperar mais do mesmo e agravar os sintomas com a ajuda de um presidente da república a fingir-se de morto quando lhe convém e a ir a todas quando lhe convém também!
    Hipocrisia e incoerência todos os dias: festa do avante, futebol, touradas, primeiro de maio, concertos promovidos pelas câmaras municipais, teatros, cinema, etc.
    Uns são filho e outros enteados!!
    Políticas que aprofundam as desigualdades, fomentam os extremismos e potenciam as revoltas.

  2. Fico indignado não com a aglomeração de pessoas, mas de ver que em pleno 2020 vocês acham bonito ficar fazendo tourada, maltratando os animais e matando de maneira cruel. Pensar que meu pais foi colonizado por um povo que admira este tipo de coisa. É simplesmente frustrante.

  3. Pior do que a aglomeração para mim é ver que em pleno 2020 ainda tem gente admirando tourada. Isso é uma vergonha para um pais e um absurdo maltratar animais com este tipo de show macabro. Tenho vergonha de meu pais ter sido colonizado por um povo que acha bonito e paga para assistir uma bizarrice desta. “Conhecemos um povo pela maneira como tratam seus animais”.

Responder a conrado berthe Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Fatias de Cá apresenta Os Relvas na destilaria da Brogueira

U. Tomar e Sp. Tomar começam a época desportiva com o “pé esquerdo”