Sociedade

Presidente da junta de S. Pedro está de parabéns

Lurdes Ferromau Fernandes, presidente da junta de freguesia de São Pedro de Tomar, líder do PSD local e candidata à presidência da câmara de Tomar, comemora nesta segunda feira, dia 7 de junho, 56 anos.

Ocupa o cargo de presidente da junta desde 2013, mas já antes integrava o executivo dessa autarquia. É técnica superior no Instituto de Emprego e Formação Profissional.

Parabéns!

 

2 Comentários

  1. TÁ BEM…

    Mas não exageremos.
    A gente sabe que a senhora vai ser presidenta da câmara. Porque esta que lá está já deu provas mais do que suficientes de que não presta para nada. É ela e mais a sua entourage. Ele é aquele cromo que dá pelo de “vice dela”; ele é aquela miúda (parece que engravidou de um gajo que era do PSD) que se achava um génio porque mexia no Facebook e portanto puseram-na na “coltura” (ela esforça-se, reconhecemos. Até já mandou – pagámos nós – que lhe escrevessem dois livros. Que fará quando os ler!).
    Mas voltando à presidenta. A gente sabe que ela tem dua géneses: uma chama-se Luís Ferreira; a outra é as cotas. Ela foi onde está por mor das cotas que inventaram para fingir a igualdade. Mas prontos. Teve o seu tempo, teve a sua oportunidade e, ao fim e ao cabo quem se lixou foi o tomarense. Milhões espatifados e o que se conseguiu foi anos e anos de obras para depois se perderem lugares de estacionamento e espaço pare fazer a feira de Santa Iria. E o espantoso é que estão convencidos que fizeram uma coisa esperta!
    A Lurdes Ferromau é diferente, Há anos que paciente e paulatinamente vem preparando as condições. Não é mulher de fantasias. Mas foi arrumando os seus adversários do PSD, domesticando-os e até pondo-os a apioá-la. Fez a sua tarimba no trabalho de base de uma freguesia rural. Só por isto já merece a presidência. Não tem rasgo político, não se lhe conhece uma ideia, mas ela é o PSD de cá. O PSD que apoia sempre o PSD que estiver no poder, seja Santana Lopes, Passos Coelho ou Rui Rio. É uma administrativa. E não é difícil que seja melhor que esta que está.
    Mas convenhamos: é tão portuguesinha e tomarense quanto esta Anabela. Tal como esta nunca precisou de fazer concursos para encher a câmara dos da sua laia, também a Lurdes Ferromau cumpriu esse desígnio quando pode e enquanto pode no IEFP de onde ambas saíram e estão. Formadores e funcionários, a maior parte desnecessários, sucedem-se às camadas naquele elefante branco que é o Centro de Formação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Adblock Detectado

Por favor, considere apoiar o nosso site desligando o seu ad blocker.