in ,

Obra da Várzea Grande ultrapassa os 3 milhões de euros (c/ vídeo)

A empreitada de requalificação da Várzea Grande, em Tomar, foi adjudicada pela câmara à empresa Angulo Recto – Construções, Lda., de Vila Nova de Famalicão, por 2.815.349,40 euros (2.655.990,00 € + IVA). Mas entretanto, com o decorrer das obras, chegou-se à conclusão que há necessidade de “trabalhos complementares referentes a erros e omissões”, no valor de 233.086 euros. Feitas as contas, a empreitada vai custar 3.048.435 euros, a que acresce o custo do projeto.

Outra alteração é que foi prorrogado por mais três meses o prazo para conclusão da obra. O contrato com a empresa foi assinado em janeiro de 2019, mas as obras só começaram em setembro desse ano. O prazo inicial era de um ano, pelo que agora só se prevê que os trabalhos estejam concluídos em dezembro.

Escrita por Redação

Comentários

Responder
  1. VÁRZEA GRANDE

    A obra da várzea grande começou com um preço inicial de concurso de 2.5000,00 Euros tendo concurso ficado deserto.
    De seguida aumentou-se o valor de concurso para 2.750.000,00 Euros. ( + 250,000,00 )
    Posteriormente á que adicionar 180.00,00 Euros ( BOLSA DE ESTACIONAMENTO JUNTO À ESTAÇÃO DE COMBOIOS DE TOMAR ) porque resultam directamente do remendo que se pretende para suprir a diminuição efectiva de lugares de estacionamento eliminados. ( + 180,000,00 )
    Agora revisão de custos de mais 219.000,00 Euros. ( +219.000,00 Euros )
    Acrescente-se 500,00 Euros anuais nos próximos anos, caso o contrato não seja denunciado pela C.P. o que além de perder o investimento perde-se o estacionamento.
    Estes são apenas os custos directos aos quais deverão acrescer custos indirectos de mais difícil contabilização mas não desprezíveis nomeadamente a desactivação de parquímetros nas imediações por força da eliminação de estacionamento durante a obra.
    Ainda a obra não chegou ao fim e já temos uma derrapagem de custos de cerca de 650.000,00 Euros + I.V.A.
    Tememos que bem feitas as contas cheguemos ao fim das obras, provavelmente perto das eleições e esta teimosia do P.S. tenha custado quase mais 1 Milhão de Euros em relação ao valor inicialmente previsto, poderemos atingir um aumento de custos superior a 30%.
    Os Tomarenses precisam de saber desta gestão incompetente e danosa levada a cabo por este executivo.
    O P.S. privou Tomar e os Tomarenses de uma obra estrutural sem conseguir grande economia de custos.
    Abdicou de um equipamento de excelência, o parque de estacionamento subterrâneo, desde a 1ª hora defendido pelo P.S.D. que preparava o concelho para uma geração, no entanto o P.S. escolheu pensar a uma eleição.
    Desrespeitou a vontade a alma e o sentimento dos Tomarenses destruindo o local da Feira de Santa Iria de duvidosa legalidade.
    Vai onerar os Tomarenses e sacrificar mais o comércio do Centro a histórico distanciando a pomposa bolsa de estacionamento para junto da estação da C.P. que esta certamente agradece e que parece convidar os Tomarenses a rumarem a outras paragens para umas simples compras.
    Até quando teremos de tolerar este executivo???

    PAULO MENDONÇA

    • És do PSD, tens todo o direito, mas não tens é o direito de vires para aqui fazer politica de baixo nível, vulgarmente chamada de “politiquice”. Aprende a respeitar o voto dos Tomarenses. Não é com esse comportamento e linguagem que tão cedo lá chegarão. Deixem-na trabalhar e no fim vamos a contas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Polícia à porta da piscina

Câmara em reunião quinzenal