SociedadeDestaque

O relato impressionante de uma militar espancada no regimento de Abrantes (c/ vídeo)

- Publicidade -

O Diário de Notícias desta sexta feira, dia 6, publica o relato de uma militar do Regimento de Apoio Militar de Emergência (RAME), em Abrantes, onde diz ter sido alvo de ameaças, agressões e violência. No mesmo dia, a RTP emitiu uma reportagem sobre o caso.

Da comunicação social, chegou à Assembleia da República e levou a Iniciativa Liberal a pedir uma audição urgente da ministra da Defesa e do Chefe do Estado-Maior do Exército.

Desvalorizando o caso, o Estado-Maior do Exército fala num “desentendimento entre duas militares em formação”. Abriu três processos disciplinares, um deles contra a própria queixosa. Mas entretanto já abriu um novo processo.

A Ministra da Defesa também se pronunciou sobre o caso, garantindo que “existe uma clara consciência de que eventuais comportamentos inaceitáveis devem ser averiguados e tratados”. Helena Carreiras afirmou que “repudia veementemente” as práticas violentas em atividades de formação de militares no regimento de Abrantes.

A RTP emitiu uma reportagem sobre o caso:

- Publicidade -

Violência no Exército. Recruta alvo de agressões de colegas e instrutor (reportagem vídeo)

 

Agressões a recruta. Ministério da Defesa anuncia novo processo de averiguações

 

O terror de uma rapariga que sonha ser militar: “A minha vida tornou-se num inferno”

 

Caso de mulher agredida no Exército. IL pede audição urgente da ministra da Defesa e do Chefe do Estado-Maior do Exército

 

Ministra da Defesa “repudia” práticas violentas a que foi sujeita mulher na recruta

rame tropa abrantes
Recorte do Diário de Notícias (06-01-2023)

- Publicidade -

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo