in ,

Ninguém quis comprar o antigo carro da presidente da câmara

O Opel Insignia de 2010, antiga viatura presidencial da câmara de Tomar, entretanto substituído por um Mercedes híbrido, não foi vendido no leilão que decorrer no dia 23.

A viatura, apresentada como estando em bom estado de conservação, estava à venda por um preço base de 6.500 euros. Ninguém licitou acima desse valor. Houve apenas uma proposta em carta fechada no valor de 3 mil euros, menos de metade do valor base.

O carro que, desde agosto, a presidente da câmara de Tomar utiliza como viatura oficial é um Mercedes C300 de, sedan, uma viatura híbrida (gasóleo e elétrica), que no stand custa mais de 50 mil euros.  Foi comprado através de um contrato de “renting” (aluguer operacional) a um stand em Santarém.

Aspeto do leilão

Escrita por Redação

Comentários

Responder
  1. Verdadeiro Chaturo. Se tem mais de 100.000 Km, deve estar a precisar de uma ida à oficina mudar a correia de distribuição. Alguns 700€ ou mais na próxima revisão. Assim sendo por 7.000€ ou 7.500€ há muitos desses à venda. E depois é um Opel, não é um carro a sério!

    • Verdadeiro charuto? Meu caro, informe-se por favor e fale se não sabe.
      gentinha pedante que há neste Mundo.
      eu comprava pelos 6.5k e ainda tirava uma excelente margem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Covid-19: infetados de Cascais transferidos para hospital de Abrantes

U. Tomar empata em Rio Maior (c/ vídeo)