in , ,

Morreu o arquiteto tomarense Costa Rosa

Arq. Costa Rosa. Foto de Carlos Silva

O arquiteto tomarense José Inácio da Costa Rosa, de Tomar, morreu neste sábado, dia 7, ao início da noite na sua casa da Corredoura.

Tinha 92 anos e era daqueles tomarenses que amavam a sua cidade como muito poucos, como transparecem os seus desenhos, as suas aguarelas, os seus textos.

O seu estado de saúde começou a degradar-se, em junho do ano passado, depois de uma queda no fosso de uma oficina automóvel nos arredores de Tomar.

Esteve hospitalizado mais recuperou e voltou a desenhar e às suas rotinas diárias.

Figura conhecida e respeitada em Tomar, formou-se em arquitetura em 1951 na Escola Superior de Belas Artes em Lisboa.

Foi professor de desenho, artes visuais e geometria descritiva na antiga Escola Industrial e Comercial de Tomar, atual Jácome Ratton.

É autor de inúmeros projetos de arquitetura de edifícios no centro histórico de Tomar (Casa paroquial, por exemplo) e noutras cidades e dos desenhos de várias publicações sobre a história de Tomar.

Participou com vários textos em publicações como o Boletim. Cultural da Câmara Municipal de Tomar e o livro “Tomar Perspectivas” editado pela Comissão da Festa dos Tabuleiros em 1991.

É ainda autor do livro “Forcados Amadores de Tomar – 1894 / 2006” ou não fosse Costa Rosa um grande aficionado.

Era o sócio n.º 166 da Ordem dos Arquitetos.

Com a sua morte, Tomar perde uma referência, um genuíno tomarense. Tomar ficou mais pobre.

Ainda não há informação quanto à data do funeral.

À família apresentamos sentidas condolências.

Arq. Costa Rosa. Foto de António Freitas
Arq. Costa Rosa. Foto de Carlos Silva




Escrita por Redação

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Para quando a proibição do trânsito na rua infantaria 15?

Colisão entre motociclo e camião provoca um ferido