DestaqueSociedade

Junta corta árvores e moradora idosa fica sem sombra no seu quintal

Uma das moradoras mais antigas do bairro 1º de maio em Tomar viu o seu quintal invadido por elementos da junta de freguesia urbana para cortarem várias árvores e arbustos contra a vontade da inquilina.

A idosa de 92 anos queixa-se que agora não tem sombras no seu quintal e a sua casa fica mais quente nesta altura do verão quando até agora era uma casa fresca.

A família desconfia que esta ação da junta, que foi bastante criticada, se destina a forçar a inquilina a abandonar a casa para realojar mais famílias do Flecheiro.

tomardrive banner728x145 7h 24h agosto 2021

A casa é propriedade da câmara, mas foi a junta a ter a iniciativa de cortar as árvores naquilo a que designou por “limpeza”.

Junta de freguesia urbana arrasada por “crime” contra árvores

 

1 comentário

  1. Era melhor as árvores caírem em cima da casa, sejam sérios, se os familiares estão tão preocupados, arranjem a solução para refrescar a casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Adblock Detectado

Por favor, considere apoiar o nosso site desligando o seu ad blocker.