in ,

Ex-pastor adventista condenado a 7 anos de prisão por abusos sexuais de menor

O antigo pastor da Igreja Adventista do Sétimo Dia de Tomar, que estava acusado um crime de abuso sexual de criança praticado de forma continuada ao longo de seis anos, foi condenado hoje pelo Tribunal de Santarém a uma pena efetiva de sete anos de prisão.

Apesar de sempre ter negado os factos de que era acusado, o coletivo de juízes considerou haver provas do crime.

O arguido, que se encontra em liberdade com residência em Tomar, vai recorrer da decisão.

O julgamento foi marcado por um ambiente de tensão entre amigos do arguido e jornalistas, chegando a haver escaramuça que obrigou à intervenção da polícia.

(em atualização)

Escrita por Redação

Comentários

Responder
  1. Hoje dia 19/06/2019 assistimos a algo insólito no tribunal de Santarém.
    Conforme noticia avançada neste blogue, o ex pastor acima, mencionado foi condenado a 7 anos .

    O insólito foi a reação do jornalista, (ou pseudo jornalista) da lusa, que queria tirar fotos à esposa do arguido. Esta não autorizou a ser fotografada, e eu José Glória disse ao mesmo, o senhor não pode fotografar uma pessoa que nao autoriza.

    O pseudo jornalista agarrou na câmara de filmar e respectivo tripé e deu-me com ele na cabeça, ficando eu mal tratado, o tribunal ou seus colaboradores chamaram de imediato os bombeiros para me socorrer e a Polícia daquela cidade, que tomou conta da ocorrência.

    Eu entrei em contato com a agência lusa , na pessoa de Da Conceição Paulino que se comprometeu a fazer chegar a administração da mesma o meu pedido de reunião para esclarecer a situação e pedir responsabilidades do ocorrido, a quem de direito.

    Segundo a mesma, o Senhor Administrador da lusa encontrava-se em reunião, e a D. Conceição Paulino ficou com os meus dado para que o Sr. administrador entre em co tacto comigo.

    Estou a aguardar a reação da lusa, e farei chegar a este blogue mais informações assim que se justifique.

    Quero realçar a falta de profissionalismo deste colaborador da lusa, e quero perguntar ao mesmo se fosse um político do seu agrado ou cor politica se ele também o emporrava pela escada abaixo do tribunal conforme fez à esposa do arguido, ou se também lhe dava com a maquina na cabeça conforme me fez a mim.

    Cumprimentos

    José Glória

  2. E se ficasses calado no teu canto ? Acho que farias melhor figura do que andares por aí a inventar e aldrabar que é o que fazes melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Professora que morreu de cancro vai hoje a sepultar

Capas dos jornais locais e regionais