SociedadeDestaque

Estrada da Serra: câmara repara erros de projeto e construção

- Publicidade -

Começaram esta semana os trabalhos de reparação das rampas de acesso às garagens e aos parques de estacionamento na estrada da Serra (rua coronel Garcês Teixeira), em Tomar.

Pelos erros de projeto, a presidente da câmara aponta culpas aos arquitetos do gabinete PROAP – Estudos e Projectos de Arquitectura Paisagista, Lda, de Lisboa.

Anabela Freitas vai mais longe e garante que os arquitetos não queriam alterar as polémicas rampas, algumas com 15 cm de altura e um declive acentuado, causando prejuízos nas viaturas.

“Junto ao Mister Pizza (em frente ao jardim de infância), algo inédito, uma via onde circulam centenas de carros por dia, ter que subir um lancil com 15 cm com um desnível grande. Os carros ligeiros batem no lancil. Quem paga os danos nas viaturas? Para quando a retificação deste erro?”, denunciava e questionava um morador há poucas semanas.

Foram vários os relatos de automobilistas que rasparam com a parte de baixo das suas viaturas nesse lancil ou nos acessos às garagens, sendo que o caso mais gritante era em frente ao jardim de infância de Tomar, para quem sai do logradouro da antiga escola de condução Estrela do Nabão em direção à estrada principal.

- Publicidade -

Os protestos dos automobilistas e moradores surtiram efeito e a câmara não teve outro remédio se não dar a mão à palmatória e corrigir os erros.

Até porque, em caso de prejuízo nas viaturas por causa de problemas nas vias públicas não assinalados, a responsabilidade é, neste caso, da câmara e os automobilistas podem exigir uma indemnização. Para isso e quando tal acontece, os automobilistas devem chamar as autoridades para registar o acidente, se possível garantir testemunhas e fazer o levantamento dos danos sem esquecer de recolher fotos e vídeos do local e dos estragos. Ou seja, tem de se provar que há um nexo de causalidade entre o problema na via e os danos causados, conforme alerta a DECO – Defesa do Consumidor.

Estas obras de reparação de erros vão encarecer o custo final da empreitada.

Estrada da Serra: câmara é obrigada a pagar prejuízos nas viaturas

Mentiras e protestos sobre a obra da estrada da Serra

- Publicidade -

3 comentários

    1. Permita-me responder-lhe : a sua questão é pertinente, mas que é que quer? Aquela gente a olhar para um projecto é a mesma coisa que um burro a olhar para um palácio!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo