DestaqueSociedade

Detidos na megaoperação da polícia em Tomar foram libertados

Os 15 detidos na megaoperação da polícia realizada em Tomar e noutras cidades foram todos libertados depois de serem ouvidos por um Juiz de Instrução no Campus de Justiça, em Lisboa.

A operação decorreu na madrugada do dia 1 nos bairros e habitações, sobretudo onde vivem famílias de etnia cigana, e passou por Bragança, Alentejo, Castelo Branco e Portalegre, sendo que o epicentro foi em Tomar.

Está em causa a investigação a “um grupo criminoso e violento que operava em várias zonas do território nacional, constituído por um elevado número de suspeitos”.

Foram detidos 10 homens e cinco mulheres, a maior parte dos quais em Tomar, com idades entre os 24 e os 71 anos, tendo sido constituídas arguidas mais 10 pessoas com interesse para a investigação. Começaram a ser ouvidos pelo juiz no dia 2, foram sendo libertados e aguardam julgamento em liberdade.

Balanço final da megaoperação da polícia em Tomar

3 Comentários

  1. Notícia incompleta. Foram sendo libertados, e depois? Foram ou não constituídos arguidos? Aguardam julgamento em liberdade? Ficaram com termo de identidade e residência? Nem isso? Que se passa afinal? São os consumidores a proteger os fornecedores?
    Convinha esclarecer, para evitar futuras cenas menos pacíficas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Adblock Detectado

Por favor, considere apoiar o nosso site desligando o seu ad blocker.