in ,

Covid-19 | Bombeiros de Tomar transportaram grávida que testou positivo

Uma mulher grávida, residente no acampamento do Flecheiro em Tomar, foi transportada pelos bombeiros de Tomar na tarde desta quarta feira, dia 18, para o hospital de Abrantes.

Um serviço normal não fosse o facto de ter sido confirmado, já no hospital de Abrantes, de que a mulher estava infetada com Covid-19, confirmando-se os sintomas que já revelava ao longo da viagem.

Os três bombeiros que participaram no serviço de transporte, apesar de estarem protegidos, ficaram apreensivos e pelo menos um foi enviado para casa onde está a cumprir confinamento profilático por prevenção.

No acampamento do Flecheiro, onde vivem dezenas de famílias de etnia cigana, está identificado um surto de Covid-19 com cerca de uma dezena de casos.

Escrita por Redação

Comentários

Responder
  1. A População não conhece a dimensão real da pandemia em Tomar.
    A timidez, ou talvez a mera tática politica partidária, com que o assunto tem sido tratado pela Proteção Civil, deixa-nos muito preocupados.
    Com razão.
    Se a pandemia entre nós tem a amplitude correspondente às informações que circulam, nomeadamente em relação aos Flecheiros (daquele ao lado do quartel da GNR, chegam informações alarmantes), a situação é verdadeiramente preocupante.
    Serra, São Pedro, Sabacheira, Pedreira, Tomar, …
    Na ausência de informação, a população continua a viver, com alguma precaução, mas sem a muita precaução que deveria existir.
    Porque reina o silêncio, para lá de entrevistas também de promoção da presidente da camara?
    Que é feito da Proteção Civil?

  2. o CHMT foi pioneiro em ter medicos reformados a “trabalhar”.. literalmente.. e devem ter a medica com mais idade do pais…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Capas dos jornais locais e regionais

Escuteiros promovem colóquio online