in ,

Centro de Assistência Social de Tomar vai ter comissão de trabalhadores

cast lar s. josé idosos

O CAST – Centro de Assistência Social de Tomar, que abrange o lar de S. José no Carrascal e a área infantil na Várzea Grande, vai ter uma comissão de trabalhadores. É a segunda IPSS – Instituição Particular de Solidariedade Social do concelho, depois do CIRE, a ter uma estrutura representativa dos trabalhadores. (parágrafo corrigido) 

Está marcada para dia 14 à noite a assembleia geral constituinte da Comissão de trabalhadores nas próprias instalações do CAST.

Ainda são escassas as informações, mas sabe-se que a futura comissão de trabalhadores está a registar uma grande adesão.

Desde há cinco anos que o CAST regista prejuízos. Quanto aos resultados financeiros de 2020 ainda não são públicos, uma vez que ainda não foi marcada a assembleia geral para aprovação de contas que se costuma realizar em março ou abril.

 

História do CAST

O registo oficial mais antigo existente nos arquivos desta Instituição reporta-se aos Estatutos da Associação Creche-Asilo de Nossa Senhora da Piedade, criada em 26 de outubro de 1906 que tinha como objetivo alimentar e guardar, durante o dia, as crianças com idades entre um a seis anos cujas as mães por necessidade justificada trabalhassem fora de suas casas. Outro objetivo da Instituição era também proteger as crianças que vagueavam, com fome, pelas ruas da cidade de Tomar.

Desconhecendo-se o ano da fundação da Sopa dos Pobres bem como do Asilo dos Inválidos do Trabalho, em 1933 nas instalações do Largo do Pelourinho dá-se a fusão entre estas duas Instituições, da qual viria a resultar a Casa dos Pobres, cuja primeira Direção seria constituída em 1934. O objetivo continuava a ser o mesmo, “proteger os mais desfavorecidos”.

sopa dos pobres cast
Antiga “Sopa dos Pobres”

Em 1938 foi inaugurado o Albergue Noturno, uma modesta casa que servia para abrigar da chuva e do frio muitos “desgraçados e infelizes” que passavam por Tomar. Nesse ano o Albergue foi entregue à Casa dos Pobres.

Em 1948 foi reconstruído o edifício D. Júlia Ferreira na Rua Conde Ferreira, onde atualmente funciona a Área Infantil. Nesse mesmo ano a Associação Creche-Asilo de Nossa Senhora da Piedade passou a denominar-se Centro de Assistência Social Infantil de Tomar.

Em 1950 dá-se a fusão das duas Instituições, a Casa do Pobres e o Centro de Assistência Social Infantil de Tomar, dando origem ao atual CAST – Centro de Assistência Social de Tomar.
Em 1979 nos terrenos anexos ao edifício D. Júlia Ferreira foi construído o atual Jardim de Infância, dotado de boas condições para o ensino pré-escolar cuja entrada principal é feita pelo Largo da Saboaria.

cast 7610045

})(jQuery);