SociedadeDestaque

Caso da médica impedida de trabalhar de graça é notícia nacional

- Publicidade -

“Ministério não deixa médica trabalhar de graça em Tomar” é um dos títulos da primeira página do Correio da Manhã.

O jornal destaca o caso da médica Maria João Pinheiro, já aposentada por ter completado 70 anos, que não foi autorizada pelo Ministério da Saúde a continuar a trabalhar, apesar do seu pedido nesse sentido. 30 de novembro foi o seu último dia ao serviço.

O posto médico de Sabacheira, onde exercia, ficou sem consultas durante 20 dias. Entretanto já foi colocado o médico João Nascimento que ali presta serviço apenas 20 horas por semana dando assistência a 900 utentes.

A Maria João Pinheiro foi-lhe recusada a possibilidade de continuar a exercer, mesmo sem qualquer vencimento. O jornal explica que a médica só poderia continuar a trabalhar se tivesse pedido autorização seis meses antes de completar os 70 anos. E que, agora que já está aposentada, não é possível reverter a situação.

sabacheira cm 5 1 bsabacheira cm 5 1 Copia

- Publicidade -

 

Ministério da Saúde não deixa médica trabalhar de graça em Tomar

- Publicidade -

2 comentários

  1. É a burocracia. Ainda por cima com a falta de médicos (pelo menos no SNS) não se compreende. Mesmo assim só os médicos é que podem continuar nos serviços do Estado.

  2. Porquê, meu Deus?

    Sei muito pouco deste caso.
    Mas o que sei legitima a minha pergunta e a minha perplexidade.
    Nota-se, pela fotografia, que é uma mulher bonita.
    Sabe-se, pelo teor da notícia, que é de uma riqueza interior muito grande.
    Que tem uma postura ética, um saber estar na vida, que nos faz a todos pequeninos. Eu “topo-a”.
    E a minha pergunta vai directamente para Deus e deve deixá-lo envergonhado.
    Porque é que pessoas (mulheres) assim, são tão poucas ou tão raras? Porquê, meu Deus?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo