in ,

Câmara aprova voto de louvor aos trabalhadores dos SMAS

Por proposta dos vereadores do PSD, a câmara de Tomar aprovou um voto de louvor aos trabalhadores dos SMAS numa altura em que esta organização está a cessar a sua atividade. Os SMAS vão dar lugar à empresa Tejo Ambiente, que abarca mais cinco concelhos do Médio Tejo.

Ao longo dos 82 anos de história dos SMAS, largas centenas de trabalhadores passaram por uma organização que cessa atividade no final deste ano 2019, lê-se no texto, onde se considera “ser justo prestar homenagem a todos os que deram o seu melhor para que os SMAS dessem resposta satisfatória a todas as solicitações” e a todos os que “prestaram serviço e dignificaram os SMAS.”.

Explicam os três eleitos do PSD (Célia Bonet, Francisco Madureira e Luís Ramos) que o Voto de Louvor “vai no sentido também de agradecer, reconhecida e humildemente, pela lealdade, sentido de missão, companheirismo, respeito e compromisso demonstrados pelos trabalhadores para com os SMAS”.

Escrita por Redação

Comentários

Leave a Reply
  1. Pois. Os leais laranjas continuam a honrar os compromissos assumidos. Primeiro combinam com o PS as iniciativas que convêm aos socialistas votar, sem todavia dar nas vistas. Depois é só avançar, que a votação por unanimidade está garantida à partida. Deve ser uma engenhoca assim que o dr. Rio quer combinar com o PS a nível lisboeta. Conseguirá?
    Sobre o anunciado louvor, trata-se de mais uma tristeza. Durante anos e anos, por falta de ideias profícuas e de coragem, PSD e PS arrastaram os SMAS para a falência técnica e financeira. Apesar das exageradas tarifas praticadas. Agora que os SMAS têm o funeral anunciado, os mesmos políticos das mesmas agremiações têm o descaramento e a pouca vergonha de fazer como nos exércitos depois de derrotados: distribuir medalhas aos combatentes. Neste caso, como nem deve haver dinheiro para medalhas (como de resto já aconteceu com as medalhas de ouro da cidade, atribuídas a alguns cidadãos mas nunca entregues), resolveram a coisa praticamente sem despesas, louvando todos os funcionários.
    O caricato da questão é que devem estar convencidos de que assim procedendo vão conseguir, uma vez mais, sacar os votos dos ditos funcionários. O que até talvez possa acontecer.
    Já ouvi muitas e muitas opiniões sobre os tomarenses em geral. Nunca me constou contudo que fossem especialmente inteligentes ou civicamente ativos. Mas cada um é como cada qual. E diz a tradição que quem semeia ventos arrisca colher tempestades. Em Outubro 2021, se não for antes que a conjuntura é pouco estável e as asneiras vão-se acumulando e deixando marcas, logo se verá.

  2. É só atirar poeira prós olhos do pessoal. Nem rosas nem laranjas sabem com rigor o que andam a fazer na câmara. O que os obriga a passar a maior parte do tempo “a tapar buracos” de toda a ordem.
    Agora saíram-se com esta do louvor, para tentar esconder o que está à vista de todos. Os SMAS faliram sem remédio possível porque durante anos celebraram contratos pouco justos com os fornecedores, ao mesmo tempo que gastavam com o excesso de pessoal somas que deviam ter sido destinadas ao investimento. Resultado presente: uma rede tão boa que perde sistematicamente mais de 30% da água comprada.
    A nova empresa Tejo ambiente, sucessora dos SMAS, mas liderada por Ourém, não vai ter tarefa nada fácil. Para já, recusou absorver boa parte do pessoal dos SMAS, que assim vão sobrecarregar ainda mais o já congestionado quadro do pessoal autárquico. Que recorde-se, segundo a srª presidente já custa anualmente 55% do orçamento. Uma enormidade à escala nacional.
    É previsível que, além dos inevitáveis aumentos de preços e taxas, que naturalmente virão a médio-longo prazo, para disfarçar a hecatombe, a referida empresa venha a ser privatizada. Os tempos estão cada vez menos favoráveis para sustentar “cavalos de estado”.

  3. Concordo com o voto de louvor. Gostava era de saber o que pretende o SMAS fazer (este ou outro) a respeito da imensa lixeira que se vai acumulando junto aos contentores e que nem as eleições foram motivo para a sua remoção

    • Essa é boa!
      Concorda com o louvor, mas gostava de saber o que pretendem fazer na limpeza urbana? Tencionam fazer o mesmo que até agora: pouco e mal. Exactamente porque, na política como no resto, está tudo ligado. Enquanto houver quem concorde com louvores descabidos e oportunistas, em vez de protestar, não vamos conseguir sair da cepa torta.

  4. Desculpem a minha ignorância: mas os louvores são para todos ou apenas para aqueles 5 que todos os dias vemos na rua a olhar para 1 que trabalha e ainda para aqueles que em tempos só faziam a ligação á rede pública de água no mês de agosto aos emigrantes se existisse dinheiro ou almoços?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 comentários

Pelos caminhos de Santiago

Projeto para a margem esquerda do rio no mercado prevê passagem debaixo da ponte