in ,

Amigos e camaradas em choque com morte de militar da GNR

Não param as mensagens de despedida e homenagem a Nuno Balsa, cabo da GNR, de 41 anos, que pôs termo à vida no dia 5, no Casal dos Peixinhos, atrás da Mata dos Sete Montes, em Tomar.

O seu corpo foi encontrado junto a uma estrada de terra batida por um morador que chamou os bombeiros e a Polícia. Foi acionada a Polícia Judiciária que investigou o caso para determinar as circunstâncias em que se deu o suicídio com arma de fogo.

Nuno Balsa estaria a atravessar uma fase depressiva.

Mais um, dos muitos que nos últimos anos se suicidam. Algo de errado está a acontecer na sociedade e por arrasto nas Forças de Segurança. (…) São muitos casos seguidos, com maior incidência de 2010 para cá”, lê-se num post de um militar da GNR.

Ainda não é conhecida a data do funeral.

Nuno Miguel Balsa Garcia entrou para a GNR em 2005 e estava colocado num destacamento na zona da Batalha.

















Escrita por Redação

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Militar da GNR põe termo à vida

Capas dos jornais locais e regionais