PolíticaDestaque

Câmara impede deputado municipal de comentar no Facebook

- Publicidade -

O deputado municipal Américo Costa, do Chega, apesar de fazer parte da Assembleia Municipal de Tomar, está impedido de comentar nas publicações que a autarquia faz no Facebook.

Américo Costa, conhecido em Tomar como empresário e pelas suas  lutas em defesa do rio Nabão, integra a “lista negra” de cidadãos que a câmara proíbe de comentar ou de clicar “Gosto” nos seus “posts”.

Apesar de o deputado já ter abordado este ato de censura numa reunião, a situação permanece sem qualquer motivo que o justifique.

 

- Publicidade -
- Publicidade -

5 comentários

  1. Em Moscovo, Pequim, Piongiang, Caracas, Hanói e Havana há muito tempo que é assim. Em Tomar só começou com esta maioria camarária, tão culta em termos cívicos que não consegue distinguir um tomarense de um nabantino ou de um nabo. A população não se pode queixar. Não votaram PS? Agora aturem-nos.

  2. E preocupante que aconteça esta situação. Infelizmente para todos, não é unica.
    Há mais comportamentos politicos dos socialistas da Câmara, que é cada vez mais socialista, que o demonstram.
    No capitulo da Comunicação, é notória a limitação que a camara socialista quer impor aos cidadaos, aos opositores e a todos os que questionam, mal ou bem, algum aspeto da gestão cosmetica que praticam.
    À boa maneira do Leste. Larguem-nos, que eles mostram…

  3. O delfim do ferro é o hugo !
    E do putin quem será ?
    Sim assim mesmo com letra pequenina…
    Nas próximas autárquicas mude-se o Povo , já que este nada muda !

  4. TOMAR NO SEU MELHOR

    Este senhor Américo Costa, que não conheço pessoalmente, é o único político tomarense, nestes anos desta espécie de democracia, que tem um objectivo, um propósito, um sentido para a sua intervenção pública e política: o rio Nabão.
    O ter ido pelo Chega, só honra o Chega e justifica assim a existência e a necessidade daquele partido.
    Exceptuando talvez o PAN, também ele já desgastado em lutas intestinas, todos os outros partidos o que querem, pura e simplesmente, é aceder ao poder. Para quê? Para nada! Só para lá estar.
    Em vez de perseguirem o Sr. Américo, ou de o tentarem calar porque “é do Chega”, deveriam era beijar o chão que ele pisa. E lutarem entre si (os partidecos) para o conquistarem para as suas listas dando-lhe o lugar de destaque que ele merece enquanto cabeça de lista e candidato ao lugar de Presidente da Edilidade.
    Com ele saberíamos claramente o que esperaríamos.
    Agora comparem-no com as duas caramelas que representam os partidos mais votados.
    Tomar tem esta qualidade e esta natureza: perseguir quem tem e evidencia valor e dedicação à causa pública, na defesa dos lugares e posições dos medíocres instalados e com “direitos adquiridos”.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo