in

TOMAR hoje e sempre

Opinião de Célia Bonet

psd cmt 6027858 8499380126568908963 n

Foi com enorme sentido de responsabilidade que há quatro anos  aceitei o convite do PSD para fazer parte deste projeto. O meu lado racional colocava todos os alertas vermelhos e pensava   que não me deveria meter em política, que ia prejudicar a minha  vida profissional e pessoal, que arranjaria inimigos e pensava  em todos os problemas que a exposição pública nos pode trazer.

Mas, por outro lado o meu lado sonhador, aquele que ainda nos faz acreditar que podemos mudar o mundo, insistia que deveria aceitar o desafio. E uma frase de Abraham Lincoln “Só tem direito de criticar aquele que pretende ajudar”  levou-me a decidir que era a HORA. Era esta a hora de dar o meu contributo à nossa terra.

Trabalhei ao longo deste mandato, com todo o empenho e dedicação para cumprir, as promessas que foram feitas pelo Partido Social Democrata durante toda a campanha eleitoral e cumprir todos os compromissos que assumi perante os eleitores.

Apesar de ter agido sempre de acordo com os valores que defendo, com os princípios e ética que me regem,  não saio desta função com a sensação de dever cumprido.

Não vi ao longo destes anos o desenvolvimento que Tomar merece, não vi preocupação em resolver os problemas que mais afligem os Tomarenses, não vi  um município bem governado.

Apesar das inúmeras propostas que os vereadores do PSD fizeram, grande parte não foi implementada.

Continuamos sem zona industrial para que possamos captar investimento e criar postos de trabalho e isso é sem dúvida um enorme problema para o futuro de Tomar. Continuamos sem um espaço de co-working e sem uma Incubadora de Empresas inibindo a criação de pequenas empresas e Criação de Próprio Emprego.

O Gabinete de Empreendedorismo e de Desenvolvimento ficou pelo papel .

O tão prometido Site do Município que serviria de apoio a todos os Tomarenses e aos potenciais investidores continua por fazer.

Continuamos com uma miserável  Taxa de Cobertura de Saneamento no Concelho, destacando que na Zona Histórica nada foi feito nesta área.

Continuamos sem um Parque de Estacionamento que nos garanta o desenvolvimento do comércio na zona histórica e  que não nos iniba no crescimento de turismo, no futuro.

O Mouchão, outrora menina dos nossos olhos está desleixado e praticamente abandonado. E i podemos ver o mesmo em muitos espaços verdes e espaços de lazer.

Muitos dos Turistas que visitam o Convento de Cristo continuam a não ter interesse em visitar a cidade, porque não foi feito um trabalho nesse sentido.

A limpeza de ruas, a recolha de resíduos sólidos, continuam a envergonhar qualquer Tomarense.

Nas diferentes freguesias também pouco foi feito durante este mandato, continuando estas muito dependentes dos gostos e da gestão do concelho.

Muito mais haveria a salientar do que poderíamos ter feito e, infelizmente  não fizemos.

Por isso saio com a sensação de que não foram aproveitadas todas as minhas capacidades para ajudar no desenvolvimento de Tomar. Apesar de muitos eleitores  terem votado no nosso projeto, o executivo preferiu trabalhar sozinho e de costas voltadas para a oposição.

Não saio desiludida, porque na verdade numa me iludi.

Hoje, fecha-se mais um ciclo da minha vida.

É hora de dar voz a novos intervenientes. Pessoas com outros conhecimentos, outra personalidade e outras competências. Na complementaridade e diferença entre as diversas pessoas é que poderemos ganhar e alavancar o que Tomar tem para oferecer e, todo o seu potencial. É tempo de mudar o discurso, de alterar a forma de fazer oposição, de alterar o modo de pressionar o executivo para fazer  mais e melhor.

Ao fim de quatro anos de mandato como vereadora, continuo a desejar servir Tomar e colocar as minhas competências profissionais e pessoais ao serviço do bem público e do bem comum. Ao ser eleita como Deputada da Assembleia Municipal pretendo manter a ligação às decisões que afetam diretamente a vida de todos os Tomarenses.

Mas, acima de tudo pretendo empenhar-me na àrea social, nas instituições que lidero e que gostaria de ver crescer com solidez. Dedicar-me aos nossos utentes e seus projetos para que possam vir a ter uma vida mais feliz.

Desejo a todos os recentes eleitos para as freguesias, para a Câmara e para a Assembleia Municipal,  as maiores felicidades para o próximo mandato contribuindo para um Concelho melhor.

Agradeço a confiança que os líderes do PSD concelhio, distrital e nacional depositaram em mim, ao eleger uma independente para os representar na Câmara Municipal de Tomar.

Agradeço a todos os funcionários do município que nos apoiaram para realizarmos o nosso trabalho, ao longo de todo o mandato.

À minha família quero agradecer por estar sempre do meu lado, mesmo quando tomo decisões que não são as mais fáceis e mais confortáveis para eles.

Por fim, agradeço a todos os Tomarenses que há quatro anos nos deram um voto de confiança e apostaram no nosso projeto e estiveram ao nosso lado.

Como diz Leo Tolstoy “Se queres ser feliz, sê”.

 

Célia Bonet

Texto de balanço do mandato

como vereadora na Câmara Municipal de Tomar,

lido na reunião de 27 de setembro de 2021

Avatar of Célia Bonet

Escrita por Célia Bonet

Comentários

Responder
  1. Com todo o respeito não deixam saudades como vereadores. Esperemos que os próximos sejam melhores, que não tenham medo nem vergonha de fazer as questões pertinentes, como por exemplo: “Quanto Custa?” , “Isso é mesmo necessário?” , “Não haveria outras prioridades para gastar o dinheiro? “…

  2. Penso que as questões que o Helder coplocou são, afinal, as verdadeiramenmte importantes na política. Seja ela autérquica ou nacional.
    Qual a verdadeira necessidade?
    Quanto custa?
    O que estes políticos têm vindo a fazer, com destaque criminoso para o PS, tem sido a esbanjar dinheiro e a hipotecar a nossa vida e o nosso futuro, em prol de merdas que, bem vistas as coisas, não fazem falta nenhuma.
    Um TGV Lisboa – Porto. Coisa que vai implicar balúrdios (expropriações, porque aquela linha não dá), construção e electrificação toda nova, novas composições, etc, etc), tudo para poupar entre 20 minmutos a uma hora de viajem. A que preço, depois? Tudo isso, quando as viagens de avião já são mais baratas e muito mais rápidas que as portagens de auto-estrada.
    Um novo aeroporto para Lisboa. Está o Alcochete para lá cheio de ervas. Não há gasolina para as motorrossadoras. Não há dinheiro sequer para a gasolina dos poucos aviões da FA (Fraqueza Aérea). Porque não deixarem-se de rodriguinhos e passarinhos e mais sei lá o quê? Era começar, de imediato, a mandar para lá os Low Cost e ir começando as obras para receber o resto dos voos, vender os terrenos onde está agora o aeroporto e com o dinheiro pagar o novo.
    Era, sobretudo, encetar como bitola política, as desoneração de todos os encargos desnecessários que têm vindo a por na canga dos portugueses.
    E quanto a Tomar, bastava que antes de qualquer porcaria de obra que querem à viva força que osa orgulhe no futuro, interrogarem-se verdadeiramente sobre a real necessidade da coisa. A porcaria da Várzea grande, (que o arquiteto autor acha que é genial e de que se orgulha porque dá para ver o castelo) está ali para vergonha de quem a mandou fazer e de nós, que não fomos competentes para o impedir. é um bom exemplo do sentido político desta vereação: tirar a cidade às pessoas e tirar as pessoas da cidade.

  3. Zamora (Paiva)…tens o cérebro todo queimado!
    As consultas psiquiátricas foram desmarcadas?
    O teu raciocínio mete dó!
    Vai-te encher de moscas…
    Célia Bonet, tens a consciência tranquila e deste o teu melhor, por isso as minhas felicitações, votos de felicidades para a tua vida.
    Cumprimentos de um colega do Secundário na ESMO.

  4. Uma oposição muito próxima da nulidade total. A muito pouca oposição feita deve-se unicamente à Dra. Célia Bonet que sozinha também pouco poderia fazer. A restante equipa foi uma autentica nulidade, em especial a do Eng.º, onde várias vezes já me interroguei o que anda este sr. a fazer no PSD e o porque do PSD lhe dar lugares de nomeação. Será que não existe melhor nos quadros do PSD local!?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0
arco iris quiosque IMG 20210929 092818

Fechou o último quiosque de Tomar

roberto 15303 32563807752113915 n

Já se sabe quem é o homem que apareceu morto na zona industrial