OpiniãoDestaque

Parque infantil ou parque selvagem

- Publicidade -

Gostaria de dar conta de uma situação que se vai arrastando no tempo, tempo esse que parece nunca mais ter um final feliz.

Como é possível chamar parque infantil, a um espaço completamente abandonado pelas entidades responsáveis, onde as folhas se misturam com todo o tipo de vegetação, propicio ao aparecimento de todo o tipo de bicharada, e o piso impróprio para o fim a que se destina.

Diz o velho ditado que, é preferível não construir, que permitir que se autodestrua e pior, que se gastem verbas públicas, quando se fazem empréstimos por tudo e por nada.

Provavelmente, este será mais um entre muitos outros, espalhados por toda a cidade, e a necessitar urgentemente de cuidados profundos, para que, possam ser usados com as mínimas condições de limpeza e segurança, pelas crianças que residam naquela área.

Este parque, fica situado junto à antiga escola Infante D. Henrique, em Tomar.

- Publicidade -

- Publicidade -

3 comentários

  1. Um pouco por toda a parte, os equipamentos públicos cuja manutenção é, em primeira instância, da responsabilidade da câmara, estão completamente abandonados. Como diz o autor do texto, é preferível não construir do que deixar deteriorar à vista de toda a gente. O que mais revolta é que equipamentos do tipo daquele que é ilustrado, são provenientes do erário público, isto é, do dinheiro de todos nós. Nisso esta câmara é eximia a “chular” verbas que depois são deitadas ao lixo desta forma.
    Temos de viver com aquilo que temos! Não há verbas para contratar pessoal de manutenção porque depois faltariam para admitir “ingenheiros”.

  2. Não há verbas pata manutenção e limpeza dos equipamentos na cidade, mas há verbas para eventos e viagens…
    Grande presidente!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo