NecrologiaDestaque

Mulher paraquedista morre em salto

Uma mulher militar paraquedista de 52 anos morreu nesta quinta feira, dia 21, perto do meio dia na zona do Arripiado, na Chamusca, na sequência de um salto em que o paraquedas não abriu.

Segundo o comunicado do Exército, a militar “encontrava-se a efetuar um salto de abertura manual para manutenção da qualificação de paraquedista, na zona de lançamento do Arripiado (Concelho da Chamusca)”.

Acrescenta-se que, “durante a execução do salto, o sistema de paraquedas não funcionou devidamente, tendo resultado na queda da Militar. Foram acionados de imediato os procedimentos de emergência médica, estando o Exército a realizar o processo de averiguações para apurar todas as circunstâncias em que ocorreu este acidente”.

drive banner horarios

O alerta foi dado às 11h55, segundo o site da Proteção Civil.

Alexandra Serrano Rosa, residia no Entroncamento e era filha do conhecido sargento-mor fotógrafo Serrano Rosa, que registou minutos antes do acidente fatal as últimas fotos da sua filha a entrar para o avião.

 

Pioneira das mulheres paraquedistas militares morre em salto

277892072 396745168705842 2668456872259742075 n








2 comentários

  1. As minhas sentidas condolências á família.
    Conheço o sargento mor, Serrano Rosa desde os meados de 1980, quando tive a honra e o previlegio de pertencer a família paraquedista.
    Não conhecia pessoalmente a filha deste nobre militar. E foi com uma enorme tristeza que recebi a notícia.
    Alexandra descansa em paz!
    Paraquedistas sobem aos céus…

  2. Algo que não é esperado, para o que nunca se está preparado, mesmo em atividades de risco, como é o paraquedismo. Pêsames a toda a família e amigos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo