NecrologiaDestaque

Ex-dirigente da câmara de Tomar morre atropelado

- Publicidade -

Carlos António Constantino, ex-chefe de divisão de recursos humanos da câmara de Tomar, morreu atropelado quando ia a correr na estrada da Serra na manhã desta terça feira, dia 23. O alerta foi dado às 7h17.

O corpo, com múltiplas fraturas, foi encontrado na valeta . O condutor que atropelou colocou-se em fuga.

Carlos Constantino morava na localidade do Carril e acabou por perder a vida a escassas centenas de metros de sua casa, quando ia a fazer a sua corrida matinal.

Tinha 62 anos e foi um dos dirigentes que pertenceu à famosa “unidade de queimados” da qual faziam parte quatro dirigentes colocados “na prateleira” depois de o PS conquistar a câmara de Tomar em 2013.

Aposentado por invalidez desde 2019, colocou um processo em tribunal contra a câmara por assédio moral, processo que ainda não chegou a julgamento.

- Publicidade -

À família apresentamos sentidas condolências.

 

- Publicidade -

5 comentários

  1. Todos esperamos que o/a irresponsável do condutor(a) seja descoberto o quanto antes, e seja colocado atrás das grades por uns bons anos.
    E a carta de condução lhe seja retirada a titulo permanente, caso a lei o permita….

    1. E quem tira casa que tanto lutou a construir e a fazer tudo direitinho e a pagar as multas e vir um ex psp da pide de ser expulso por andar a roubar o estado, e vem me roubar a mim como faço expulsar ele tendo tudo ainda em meu nome

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo