InsólitoDestaque

Troca de cadáveres também já aconteceu no hospital de Abrantes

- Publicidade -

O recente caso de troca de cadáveres que aconteceu no hospital de Faro, trouxe-nos à memória um caso ocorrido há cerca de 10 anos no hospital de Abrantes.

Em julho de 2012, depois de o corpo de uma mulher de Ourém ser mal reconhecido por familiares indiretos, aconteceu uma troca de cadáveres e a situação só foi descoberta quando uma agência funerária tentou levantar outro cadáver de uma mulher do Sardoal, da mesma idade, 86 anos, e que morreu no mesmo dia.

A troca foi detetada de imediato, mas tarde demais porque nessa altura já o primeiro funeral tinha decorrido no cemitério novo de Abrantes, com o corpo errado.

Os familiares apresentaram queixa e no dia seguinte o Ministério Público autorizou a exumação, seguindo-se um novo funeral em Vilar dos Prazeres, Ourém.

Na altura o centro hospitalar do Médio Tejo confirmou a troca, lamentou o sucedido e disse que ria apurar responsabilidades para que a situação não voltasse a acontecer.

- Publicidade -

No Hospital de Faro, a troca dos cadáveres ocorreu na passada quinta feira, dia 3. O corpo de um cidadão francês foi levantado por uma agência funerária e encaminhado para o crematório de Albufeira. A cremação já tinha ocorrido quando foi detetado o engano. O outro falecido era de nacionalidade britânica.

O Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA) assumiu ter havido “uma falha grave” e pediu a demissão.

A Entidade Reguladora da Saúde abriu um processo para avaliar as circunstâncias em que se deu a troca de cadáveres.

- Publicidade -

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo