in ,

Santarém é o 8º distrito com maior número de empresas em lay-off

Até 20 de abril, 2.695 empresas do distrito de Santarém entraram em lay-off devido à crise causada pela pandemia de covid-19.

Os dados da Segurança Social, que não especificam por concelhos, referem que cerca de 80 por cento dessas empresas têm até 10 trabalhadores.

Quanto aos trabalhadores independentes (recibos verdes), no distrito foram 5.547 que pediram apoio extraordinário à redução da atividade económica.

 

Empresas que entregaram documento covid-19

para layoff simplificado até 20 de abril

Distrito Nº empresas %
Aveiro 5 324 6,2%
Beja 757 0,9%
Braga 8 406 9,8%
Bragança 978 1,1%
Castelo Branco 1 186 1,4%
Coimbra 2 979 3,5%
Évora 1 059 1,2%
Faro 5 499 6,4%
Guarda 1 078 1,3%
Leiria 3 981 4,6%
Lisboa 20 166 23,4%
Portalegre 586 0,7%
Porto 16 601 19,3%
Santarém 2 695 3,1%
Setúbal 4 843 5,6%
Viana do Castelo 2 022 2,3%
Vila real 1 492 1,7%
Viseu 2 369 2,7%
R.A.Açores 1 555 1,8%
R.A.Madeira 2 596 3,0%
Desconhecido/a 29 0,0%
TOTAL 86 201 100,0%

Fonte: SS

Maioria dos restaurantes e cafés abdica do lay-off por ser difícil o acesso

 

Escrita por Redação

Comentários

Responder
  1. Espero que os saloes de cabeleireiro/beleza… comecem a pagar impostos e a pagar recibos, que foram anos e anos sempre a fugir.. A cobrar preços finais com impostos e depois a não os entregar ao estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Colisão na A23 apenas com prejuízos materiais

Feira Ceyceyra Medieval anunciada para setembro