in ,

Número da semana: 616

câmara IMG 20200517 134448
Praça da República

A câmara de Tomar tem ao seu serviço 616 funcionários, de acordo com os dados que constam no mapa de pessoal.

Desses, 568 têm contrato por tempo indeterminado, 59 trabalham com contrato a termo certo e 15 estão em comissão de serviço.

No total, o quadro de pessoal contempla 676 postos de trabalho, só que alguns (60) não estão ocupados.

Dos SMAS saíram para a empresa Tejo Ambiente 54 funcionários como “pessoal em cedência de interesse público”.

 

Gostou de ler este artigo? Então, partilhe e apoie-nos nesta missão de informar!

Proponha uma correção, sugira uma pista: 

Envie fotos e vídeos para ou por aqui

Escrita por Redação

Blog informativo Tomar na Rede. Notícias sobre Tomar e região envolvente. Informação local e regional.

6 Comentários

Responder
  1. A notícia seria mais do que notícia se nos desse INFORMAÇÃO..
    Por exemplo quanto custam estes 616 magníficos por ano? Mas com tudo incluído , não só os vencimentos mas também as ajudas de custo , subsídios ,etc.
    A discriminação por níveis e áreas de emprego seria importante pois iriamos de certeza chegar à conclusão que existem áreas com falta de pessoal e outras que devem estar emprateleirados para caberem nos locais de trabalho.
    Já agora saber quanto se pagou a empresas contratadas para trabalhos na área de trabalho de alguns empregados, por exemplo, jardins, projetos, área jurídica…
    Mas isso era pedir mais do que dar notícias sobre banalidades!!

  2. Para cerca de 38000 habitantes no concelho… temos 1 funcionário para um autocarro de 60 +- mobilizar a Malta e fazer umas excursões . Sempre dá botos…ou melhor votos. Portugal no seu melhor!

  3. Li com atenção noutro Blog um discurso sobre tipos de informação americana versus europeia.
    No entanto acho que se deve diferenciar Noticias/propaganda versus Informação.
    Vem a propósito desta notícia 616 espelha bem o meu ponto.
    616 sem mais não passa de um n úmero .
    Entrando na informação percebemos que significa o número de funcionários da CMT .
    Sem mais no meu ponto de vista continua a ser notícia pois a informação /objetivo qual é??
    Informar esse número aos munícipes?? e depois??
    Agora se passar a haver contextualização, por exemplo qual o valor em termos absolutos em euros que nós munícipes PAGAMOS para toda esta gente, são suficientes ou estão sobredimensionados?
    Para isso temos de entrar com mais informação, por exemplo quantos estão em cada área de atuação de cada serviço municipal. Se existem funcionários SEM NADA DE TRABALHO ATRIBUIDO e nem interessa qual o possível quadro de pessoal possível da CMT pois todos sabemos que as condições mudaram drasticamente.
    Por isso para mim o numero da notícia devia ser 1 .
    A presidente da CMT que deveria ter vergonha e nem pensar em recandidatar-se !!!

    • Mea Culpa… o blog que referi sem identificar é o TOMAR A DIANTEIRA que leio religiosamente desde que o último artigo de Opinião neste blog deixou de existir há cerca de 1 mês atrás, bem como a Tribuna.
      Faz MUITA falta mas entendo !!
      É necessário artigos factuais , objetivos e em especial DUROS!!!
      Mas também concordo que mais vale Burro que me leve que cavalo que me derrube, pois no chão estamos nós há muitos anos!!

  4. CMT – agora as suas instalações !
    O atual edifício há muito que funciona como um sorvedouro de dinheiro .Hoje é a remodelação de determinada secção , amanhã é a adaptação , depois a construção …
    Quando o edifício foi adaptado para a atuais funções não existia ar condicionado , nem informática nem a necessidade de rentabilizar o espaço , a iluminação é outra , e muito mais .
    Existem vários serviços da CMT espalhados pela cidade . Porque não a sua concentração num único espaço !
    Toda a zona do convento de S. Francisco incluindo o convento Franciscano , tudo adaptado aos nossos dias e ao futuro , criando as infraestruturas de raiz, numa zona com estacionamento e bons acessos para todos .
    O atual palácio na Praça da República daria uma excelente sala de visitas no último piso .No piso intermédio parque não o tão falado museu do Tabuleiros da festa maior ! No r/c não seria difícil encontrar ocupação .
    O não está sempre garantido .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

trail 50 3039662627279077376 n

Há quem vá passar esta noite a correr por montes e vales

29 5 033678 3292553468805500263 n

Fados e flamenco regressam à quinta do Falcão