in ,

Nos 60 anos da pastelaria Estrelas de Tomar

Foi exatamente há 60 anos que se realizou a escritura notarial da conhecida casa “Doçaria Estrelas de Tomar”, situada na rua Serpa Pinto (Corredoura).

Tudo começou quando, em 1949, Henrique Neves começou a trabalhar na antiga fábrica de bolos caseiros, situada na rua Silva Magalhães, em Tomar.

Em 1956 casa-se, e especializa-se na área da doçaria, tirando o curso na pastelaria Mexicana, em Lisboa, que é atualmente considerada um monumento de interesse público.

Henrique Neves, em 1960, regressa à fábrica e constrói uma sociedade com os antigos patrões. Foi neste preciso momento, em pleno Estado Novo, que surge a primeira geração das Estrelas de Tomar, faz agora 60 anos.

A segunda geração foi em 1966. Nessa altura as instalações foram sujeitas a algumas alterações. A vista misteriosa e mágica que a sala grande proporciona para um dos maiores ícones da cidade – o rio Nabão.

Em 1974 Henrique Neves comprou as quotas aos dois sócios, iniciando assim a árdua tarefa de vender doçaria e especialidades numa altura em que não havia sequer dinheiro para a alimentação.

Beija-me Depressa, Fatias de Tomar e Queijinhos Doces são os nomes de algumas das especialidades desta casa emblemática de Tomar.

Parabéns pelos 60 doces anos!

Escrita por Redação

Comentários

Responder
  1. Parabens! ao menos fazem alguma coisa.. não como a maioria das tascas que so servem para alimentar o vicios de uns quantos tasqueiros..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Necrologia

Banda tomarense lança videoclipe em fase de confinamento