EconomiaDestaque

Ninguém quer comprar os antigos autocarros dos TUT (c/ vídeo)

- Publicidade -

Na hasta pública realizada nesta quinta feira, dia 21, para venda de viaturas, maquinaria e sucata da câmara de Tomar, não houve qualquer proposta para a compra dos cinco antigos autocarros dos TUT – Transportes Urbanos.

Apesar do salão nobre da câmara estar cheio de interessados nos bens móveis em leilão, ninguém apresentou qualquer lance para os mini-autocarros de 2005 que estavam à venda com um preço base entre os 4 mil e os 7 mil euros.

Nesta hasta pública havia 29 lotes para licitar. Os 52 concorrentes apresentaram no total 222 propostas por escrito.

Uma antiga ambulância Ford Transit de 2001 foi vendida por 1.900 euros.

A máquina corta-relvas, apresentada como sucata, registou 10 propostas, e foi arrematada por 200 euros.

- Publicidade -

Um pronto socorro (desencarcerador) dos bombeiros, considerado sucata, também despertou o interesse com mais de 10 propostas e subiu de 1600 para 5 mil euros.

Um pesado de mercadorias, com mais de 10 propostas de compra, registou lances de 750 a 2 mil euros.

Renhido foi também o leilão de um trator de 1989 que, dos 300 euros iniciais, chegou ao valor de 2.037 euros.

Quanto aos quatro carros de recolha do lixo foram vendidos por 4.703, 4.500, 15.100 e 15 mil euros.

Um reboque com trator de 1997 subiu dos 150 euros (preço base) para os 1.420 euros.

Uma varredora em estado razoável chegou aos 1.603 euros.

Dois ciclomotores (antigas motorizadas usadas na vigilância de florestas), um deles considerado sucata, foram arrematados por 350 e 642 euros.

Um Ford Fiesta, considerado sucata, que ardeu parcialmente em janeiro de 2021, foi vendido por 100 euros.

De notar que no leilão só participaram homens. Do lado dos funcionários da câmara estavam quatro mulheres e um homem.

Câmara vende viaturas, máquinas e sucata em leilão

- Publicidade -

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo